×

REPRESSÃO POLICIAL | Contra a repressão da polícia de Doria e pela imediata liberdade aos presos no 3J em SP

No ato ocorrido neste 3 de julho contra o governo Bolsonaro na capital de São Paulo, a polícia do governo Doria reprimiu com bombas de efeito moral, lançou gás e prendeu alguns manifestantes.

domingo 4 de julho | Edição do dia

Foto: Divulgação BBC Brasil

A manifestação que partiu da Avenida Paulista foi parte das diversas manifestações que ocorreram nesse 3J, em que dezenas de milhares saíram às ruas em várias capitais e cidades do país, em repúdio ao governo Bolsonaro e sua condução da pandemia.

Além dos atos nacionais, manifestações também ocorrem em outros países. Foram registrados atos em todos os Estados e Distrito Federal, em mais de 110 cidades brasileiras e em dezenas de capitais europeias.

Na capital de São Paulo a polícia militar do governo tucano João Doria avançou contra a manifestação com bombas de efeito moral, gás e utilizou a tropa de choque, bem como helicópteros que voaram baixo, para intimidar e reprimir a manifestação, que já avançava pela Avenida Consolação no início da noite.

Em meio à repressão alguns jovens manifestantes foram presos e até o momento da elaboração dessa nota dois deles. Lucas e Matheus, segue sem liberação, aguardando pela audiência de custódia. O Esquerda Diário se soma à exigência pela sua liberdade imediata e repudia a repressão da polícia tucana contra os manifestantes.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias