Internacional

ESTADOS UNIDOS

Congresso dos Estados Unidos encaminha impeachment de Trump ao Senado

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos apresentou nesta segunda-feira, 25, ao Senado a acusação contra o ex-presidente Donald Trump de incitar uma insurreição em um discurso incendiário a seus seguidores antes do ataque do dia 6 ao Capitólio que deixou cinco mortos.

terça-feira 26 de janeiro| Edição do dia

Foto: Agência Brasil

Veja também: VAZOU: Trump pagou 2 milhões de Dólares para organizadores da invasão do Capitólio

Nove deputados democratas da Câmara que atuarão como procuradores levaram ontem à noite o artigo de impeachment ao Senado, onde Trump será julgado, apesar de já ter deixado o cargo após a derrota para o democrata Joe Biden nas eleições presidenciais de novembro.

Pode te interessar: O que muda para o Brasil a posse de Joe Biden?

A ação marcará dois acontecimentos inéditos: Trump é o único presidente americano a sofrer impeachment na Câmara duas vezes e será o primeiro a ser julgado depois de deixar o cargo. Ele sofreu impeachment na Câmara pela primeira vez em 2019, sob a acusação de usar a ajuda dos EUA para pressionar as autoridades ucranianas a investigar Biden e seu filho Hunter.

Se o Senado considerar Trump culpado, ele se tornará o primeiro presidente na história dos EUA a ser condenado em um julgamento de impeachment. Ele também poderá ser impedido de concorrer a cargos públicos.

Para condenar Trump, dois terços dos senadores teriam de aprovar o artigo de impeachment, isto é, pelo menos 17 republicanos teriam de se voltar contra o ex-presidente. Atualmente, o Senado está dividido pela metade entre democratas e republicanos, mas os democratas têm uma estreita maioria por causa do voto de desempate da presidente da Casa, a vice-presidente Kamala Harris

O segundo julgamento de impeachment do ex-presidente sob a acusação de incitar a invasão do Capitólio agravou uma disputa entre seus colegas republicanos. Na Câmara, 10 deputados republicanos votaram a favor do impeachment de Trump.

Segundo levantamento feito pelo jornal The Washington Post, dos 100 senadores da Casa, 40 são a favor do impeachment de Trump, 23 considerarão a condenação, 29 são decididamente contrários e 8 manifestaram "posições ambíguas".

Contém informações da Agência Estado




Tópicos relacionados

Donald Trump   /    Internacional

Comentários

Comentar