Política

CORRUPÇÃO

Com o "fim da corrupção", vice-líder do governo no Senado é encontrado com dinheiro na cueca

Depois de Bolsonaro se divorciar da Lava Jato e anunciar que "não existe mais corrupção no governo", o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), vice-líder do governo no Senado, foi encontrado com dinheiro na cueca. Hoje ainda viralizou na internet um vídeo antigo onde o Bolsonaro diz ser tão próximo do senador, que a relação deles poderia ser considerada uma união estável.

quinta-feira 15 de outubro| Edição do dia

Chico Rodrigues e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que era vice-líder do governo no Senado até o dia de hoje, 15, foi alvo da Polícia Federal em operação que investiga o desvio de recursos destinados ao combate à Covid-19. Segundo a revista Crusoé, na manhã desta quarta-feira, 14, foram encontrados na casa do senador cerca de R$ 30 mil em dinheiro vivo, sendo que a maior parte estaria escondido em sua cueca.

Os detalhes divulgados pela revista chegam a gerar repulsa. Chico Rodrigues escondeu parte do dinheiro até mesmo entre as nádegas e algumas notas foram encontradas sujas de fezes. Em nota, o senador disse que sua casa foi invadida "apenas" porque ele fez seu "trabalho como parlamentar".

Em vídeo antigo, Bolsonaro diz ter “união estável” com deputado pego com dinheiro na cueca

A situação ainda piora um pouco. Em vídeo sem data que viralizou nesta quinta-feira, o presidente está ao lado de Chico Rodrigues, conversando sobre a relação dos dois. Rodrigues agradece a parceria de vinte anos na Câmara dos Deputados ao que Bolsonaro responde com “é quase uma união estável”.

Provável que essa relação também tenha chegado, convenientemente, ao fim. Chico Rodrigues anunciou hoje que deixa o cargo de vice-líder do governo no Senado.

A situação seria cômica se não fosse trágica. Depois de Bolsonaro oficializar seu divórcio com a Lava Jato e dizer que acabou com a operação (ao qual se aliou por muito tempo pra chegar até onde chegou) pois "não existe mais corrupção no governo", esse é mais um escândalo que se soma ao enriquecimento meteórico de seu clã familiar, relação com as milícias, as famosas rachadinhas entre outros.

Veja também: “Bolsonaro se divorcia da Lava Jato para abraçar Tofolli”, diz Diana Assunção




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar