×

Desemprego do desempregado | Com combustível caro no Brasil de Bolsonaro, 25% dos motoristas largam UBER e 99

Combustível já passou de R$ 7 em diversos lugares do país.

terça-feira 24 de agosto | Edição do dia

Imagem: Reprodução / RBS TV

Alternativa para um batalhão de trabalhadores desempregados, o trabalho precarizado dos motoristas de aplicativo tem sofrido golpes duros com as sucessivas altas dos combustíveis.

Enquanto aplicativos como Uber e 99 seguem abastecendo seus lucros milionários ao se apropriar de boa parte do valor arrecadado com as corridas, não aumentam o repasse aos motoristas precarizados pelo menos desde 2015, segundo representantes da categoria.

Veja também: Demagogia: CEO da Uber faz entregas por um dia e ganha apenas 0,5% do sua renda diária

Para se ter uma ideia, em 2015 o preço do litro de gasolina estava em torno de R$ 3. Atualmente, o valor mais que dobrou em muitos lugares do país, sendo comercializado a R$ 7 após uma alta acumulada de 51% só em 2021.

Pode te interessar: AUMENTO DOS COMBUSTÍVEIS: Petroleiro explica os verdadeiros motivos pela alta de preços

Desde 2020, segundo a Associação de Motoristas de Aplicativos de São Paulo (Amasp), pelo menos 1 em cada 4 trabalhadores na capital paulista deixou de trabalhar no ramo. No caso do estado de Minas Gerais, o número é ainda maior, onde pelo menos metade já abandonou o trabalho de motorista por aplicativo ou pelo menos deixou de rodar com regularidade.

Veja também: Pelo menos 5 milhões de brasileiros tem como fonte única de renda o trabalho pelos aplicativos

A alta acelerada dos preços dos combustíveis, para além do impacto que tem na inflação e no custo de vida em geral da maioria da população, vem causando também uma espécie de desemprego entre os desempregados, uma vez que o trabalho precarizado por aplicativo sempre foi abastecido pela falta de alternativa a milhões de trabalhadores desempregados no país.

Artigos relacionados:

Debaixo de sol ou chuva, a sede de lucro dos aplicativos não para

O “pequeno” entrave da uberização




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias