×

Pandemia | Com alta de casos da Ômicron e negligência do governo, faltam testes para população

A alta de casos da Ômicron deixou clínicas, farmácias e serviços públicos com dificuldades em atender a demanda por testes. Acompanhada da epidemia de influenza, a falta de política de testagem e de disponibilidade de testes deixam uma subnotificação de casos e dificulta ainda mais o controle da pandemia.

segunda-feira 17 de janeiro | Edição do dia

Imagen: Rovena Rosa/Agência Brasil

A falta de oferta ampla de testes e a negligência do Ministério da Saúde e do Estado, combinado com a alta de casos de Ômicron na primeira metade do mês, deixa clínicas, farmácias e serviços públicos sem disponibilidade de testes.

Em pesquisa da Datafolha, já é contabilizada 42 milhões de pessoas infectadas pela Covid, quase o dobro de casos registrados oficialmente no país, um estudo da Universidade de Washington afirma ainda que 47% da população se infectou no Brasil até o dia 03.

- Bolsonaro dá boas vindas à Ômicron, a variante responsável por 98,7% das contaminações no país

Se junta ainda à variante Ômicron a epidemia de influenza A, em que também não há testes disponíveis que diferenciam um vírus do outro. O governo discute a possibilidade de disponibilizar o autoteste, que pode ser liberado pela Anvisa ainda essa semana, mas que não deverá ser entregue no SUS.

O despreparo do governo Bolsonaro com a pandemia sempre foi escandaloso, mas a falta de política de testes merece destaque: o Ministério da Saúde não apenas negligenciou a compra de insumos como deixou vencer milhares de exames do RT-PCR. No fim de 2020, o Ministério deixou vencer 7 milhões de conjuntos incompletos e de novo em novembro de 2021, em que boa parte de um lote de 1,2 milhões de testes estocados passaram da validade, mais um exemplo da falta de interesse do regime em salvar as vidas trabalhadoras.

Além da falta de testes, há também desigualdade na distribuição: os mais pobres têm menos acesso aos testes, mas têm mais chances de contrair o vírus.

Leia também: Ômicron: é preciso testagem massiva para organizar a quarentena




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias