Política

CRISE SANITÁRIA EM SÃO PAULO

Cidades de SP fecham leitos por falta de remédios: resultado da política demagógica de Dória

Em meio ao pior momento da pandemia no país, o desabastecimento de remédios está levando ao fechamento de leitos de UTI em cidades no estado de São Paulo, escancarando que a política de combate à pandemia do governo de Dória (PSDB) não passa de demagogia.

segunda-feira 29 de março| Edição do dia

Imagem: Reprodução

O estado de São Paulo está se aproximando das 72 mil mortes por COVID-19 e a população paulista vê as filas de espera por um leito de UTI aumentarem. Agora, a falta de remédios para tratar pacientes na UTI agrava essa situação.

Leia também: Dória tentou cortar milhões da ciência e pesquisa e agora faz demagogia com as vacinas

Nesse momento, ao menos duas cidades estão tendo que transferir os pacientes que necessitam de intubação porque apesar de possuírem equipe e leitos sobrando, não há o “kit intubação” disponível. Enquanto isso, a espera por um leito de UTI no estado paulista pode passar de uma semana e pacientes morrem por causa dessa espera.

Veja também: Reorganização da indústria para produzir kit intubação: basta de mortos nas filas dos leitos!

No litoral norte de São Paulo, em São Sebastião, esta é a situação: a UTI Respiratória possui capacidade para 20 pacientes, mas atualmente está apenas com 8 por falta de remédios, tendo que transferir pacientes que necessitam ser intubados. O mesmo acontece em Igarapava, onde estão ocupados apenas cinco dos dez leitos de UTI disponíveis por falta de remédios.

Esta situação alarmante escancara a política demagógica de Dória que tenta se colocar como oposição a Bolsonaro, mas na prática não implementa políticas eficazes de combate à pandemia: não há testes massivos, vacinas e sequer isolamento social com remuneração para a maioria dos trabalhadores.




Tópicos relacionados

Leitos de UTI   /    Colapso da saúde   /    Crise do Coronavírus   /    Crise na Saúde   /    COVID-19   /    Pandemia   /    Coronavírus   /    João Doria   /    PSDB   /    Saúde   /    São Paulo (capital)   /    Política

Comentários

Comentar