×

EDUCAÇÃO | Centenas de professores e estudantes realizam grande ato em Campinas

quinta-feira 31 de março de 2016 | Edição do dia

Nessa quinta, dezenas de escolas de toda a região metropolitana de Campinas paralisaram as aulas e saíram as ruas em um grande movimento de repúdio aos ataques de Alckmin à educação. Ao lado de centenas de professores e funcionários, vimos centenas de estudantes dispostos a uma vez mais, encherem de energia as avenidas em defesa da educação pública.

Os professores e estudantes da região Leste se concentraram em frente ao colégio Culto a Ciência e de lá foram até a Diretoria Leste. No mesmo instante, outra concentração ocorria na diretoria Oeste de Ensino, aonde após protocolarem suas reivindicações, os manifestantes saíram em ato até o centro da cidade, confluindo as duas concentrações em um grande ato que reuniu cerca de 700 pessoas, com as professoras, funcionárias e as jovens estudantes na linha de frente.

Esse ato, assim como diversas manifestações que ocorreram nos últimos dias, demonstram a raiva e insatisfação presente nas escolas com o corte de verbas, a máfia e o desvio de milhões de reais da merenda pelo PSDB, o corte de impressoras e outros ataques. O estopim dessa situação foi a recente declaração do secretario de Educação José Renato Nalini, que do alto de sua hipocrisia tenta dividir a categoria, usando o argumento de que não pagará o bônus para dar um ridículo aumento de 2,5%, quando o financiamento de ambos vem de origens orçamentárias distintas. O bônus nunca foi a política de valorização defendida pela categoria em suas reivindicações, mas agora o governo sequer cumpre com seus próprios meios enganando centenas de milhares de professores e tentando fragmentar as escolas com uma enquete sobre o pagamento.

Com um cinismo típico da pasta, em entrevista na CBN deixou a entender que deveríamos “ficar tranquilos”, já que nosso salário não seria parcelado. É muita cara de pau. Conta com o apoio da própria rede Globo, que na abertura de sua reportagem no dia de hoje disse se tratar de uma manifestação "em defesa do bônus e contra o aumento salarial", o que ficou desmentido pelas próprias imagens e entrevista durante a reportagem, como deixa claro a professora Livia Tonelli durante a matéria.

Os professores e os estudantes de SP começam a dar passos para construir uma forte mobilização em defesa da educação pública e contra os cortes, seguindo os passos do RJ. Na próxima semana, novas manifestações devem ocorrer em Campinas. Professores e estudantes prometem paralisar as escolas no dia 8 de abril, sexta-feira que vem, dia em que ocorrerá uma assembleia dos professores e ato estadual em SP.

Veja abaixo vídeos da manifestação e declarações de integrantes do movimento Professores e Pela Base e estudantes da Juventude as Ruas presentes no ato:

- VÍDEOS DO ATO: 1 , 2 . 3

- ADRIELLI, ESTUDANTE DO CARLOS GOMES

- "O ALCKMIN, NÃO ESCULACHA, MINHA MERENDA VIROU BOLACHA"

- JOÃO DE REGINA, PROFESSOR DO ORLANDO SIGNORELI




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias