×

Luta dos Garis do Rio | Carolina Cacau: “Unidade nas ruas neste dia 28 pela reintegração dos garis perseguidos por Paes e Comlurb!”

Todas e todos ao ato hoje quinta-feira (28) às 14h na Central do Brasil pela reintegração imediata dos dois garis demitidos por se manifestarem! Reproduzimos aqui a declaração de Carolina Cacau, professora do Rio de Janeiro e dirigente do Quilombo Vermelho e do MRT, diante da luta dos garis do Rio de Janeiro contra os ataques e a perseguição política de Eduardo Paes e da Comlurb.

quinta-feira 28 de outubro | Edição do dia

Nós do MRT e da Juventude Faísca nos somamos à campanha democrática da CST pela reintegração imediata dos garis demitidos em ato de clara perseguição política por se manifestarem contra os ataques que Eduardo Paes e a diretoria da Comlurb novamente querem descarregar nas costas dos garis, precarizando empregos e o serviço de limpeza urbana do Rio de Janeiro. Querem alterar o plano de saúde para um inexistente na cidade e que não cobre atendimento hospitalar, em uma categoria tão sujeita a acidentes e problemas de saúde relacionados ao trabalho, e que trabalhou exaustivamente durante toda a pandemia enquanto perdia colegas e familiares.

DENÚNCIAS OPERÁRIAS | Garis do RJ protestam: “a gente tá exposto a esse lixo e nossos amigos estão morrendo”

Com a pandemia não resolvida e com o aumento absurdo do custo de vida, é ainda mais criminoso esse ataque e os salários defasados e que são os mesmos desde 2019. Os trabalhadores decidiram não aceitar, com paralisações, atos e greve. Paes e a Comlurb, em um ataque direto ao direito de manifestação dos garis, demitiram dois trabalhadores, Bruno da Rosa e André Balbino.

Demissões Políticas | Paes e Comlurb demitem garis por se manifestar. Todos ao ato dia 28, reintegração já!

Os garis também estão na mira da reforma administrativa de Guedes, além dos ataques estaduais e municipais que querem impor Paes e Castro com o Regime de Recuperação Fiscal, restringindo novas contratações e sobrecarregando os trabalhadores, além de novos ataques na previdência.

Não é a primeira vez que governos como os de Paes querem avançar sobre o garis, em 2014 ele foi derrotado na histórica greve durante o carnaval, que fez tremer o país e derrotou governo e burocracia sindical. Novamente eles dão uma luta decidida e exemplar, com mobilizações que ultrapassaram 500 trabalhadores.

Neste 28, quinta-feira, haverá uma nova manifestação dos trabalhadores da Comlurb, com concentração às 14h na Central do Brasil, contra os ataques de Paes, da diretoria da empresa e as demissões políticas, pela imediata reintegração dos companheiros. Nós do MRT e da Juventude Faísca fazemos um chamado a sindicatos, associações, partidos de esquerda, movimentos sociais e entidades estudantis a apoiarem essa luta e cercarem de solidariedade os trabalhadores, além de estarem presentes na manifestação amanhã. Também chamamos a fortalecer a campanha de fotos em solidariedade, à qual já se somaram companheiros das juventudes Afronte e Rebeldia, chamamos também CST e outras organizações para isso. É necessário exigir de maneira unificada que as grandes centrais sindicais, como CUT e CTB, também sejam ativas em apoiar a luta dos garis e todos os focos de resistência que se abrirem no país.

É justamente a unidade em torno dessas iniciativas de solidariedade operária e a unidade na luta de classes o caminho que pode vencer governos e patrões, como os garis já demonstraram em outras greves, e pode ser crucial para dar exemplo para outras categorias que também se enfrentam com os ataques capitalistas e com a miséria de vida que nos impõem.

Contra as demissões de Paes e da Comlurb!
Reintegração já!
Todo apoio à luta dos garis!

Carolina Cacau




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias