Educação

4 MESES SEM SALÁRIO

Carolina Cacau: "Toda solidariedade às merendeiras em luta contra Paes e os empresários!"

As merendeiras da cidade do Rio de Janeiro estão sem receber salários há 4 meses e hoje lutam contra Paes e os empresários para ter comida em casa. Sobre essa situação no Rio de Janeiro, reproduzimos aqui a declaração de Carolina Cacau, professora do estado e militante do Pão e Rosas.

terça-feira 13 de abril| Edição do dia

“ ‘Estamos ficando sem comida na geladeira de casa’, essa é a frase que as merendeiras do município do Rio de Janeiro tem denunciado. Estão a 4 meses sem receber, fruto de uma política privatista e nojenta do Paes e dos empresários, lavam a mão um do outros para deixarem, mulheres, em sua maioria negras, sem seus salários.

A política de Paes, junto com as seis empresas que não pagam salários pras merendeiras, é a mesma que quer que, nós professores e trabalhadores da educação se contaminem em aulas presenciais sem o menor protocolo sanitário. Ou que, como é de praxe desse prefeito - que tem recorde de remoções no seu histórico, despeja famílias das suas casas da noite pro dia, e ainda quer uma reforma da previdência do município para dividir os trabalhadores.

Contra os ataques de Paes mas também de todo o regime do golpe, presto toda a minha solidariedade às merendeiras em luta contra o prefeito e os empresários que lucram milhões. É preciso cercar de solidariedade essas mulheres lutadoras, tirando os sindicatos da educação da paralisia e unificando os trabalhadores da educação: contra a terceirização que divide os trabalhadores e atinge mulheres e negros, chamando a um pagamento imediato dos salários que Paes e os empresários são responsáveis.” declarou Carolina Cacau ao Esquerda Diário.

- "Mulheres com filhos passando fome e sendo despejadas": Paes não paga merendeiras há 4 meses

- “A prefeitura empurra pra firma e a firma pra prefeitura e estamos sem salário" denuncia merendeira no Rio

Ouça mais sobre a terceirização do trabalho: A precarização tem rosto de mulher negra

Pelo imediato pagamento dos salários das merendeiras! Paes e a PRM são responsáveis!

💬 Quer noticiar a mobilização em seu local de trabalho, denunciar a situação em seu trabalho? Mande seu relato para +55 11 97750-9596

E siga o Esquerda Diário nas redes e plataformas de streaming!

Ouça e compartilhe o Podcast Peão 4.0!
Todos os dias, ouça a realidade contada a partir dos trabalhadores em 5 minutos!




Tópicos relacionados

Merendeiras   /    Professores Rio de Janeiro   /    Eduardo Paes   /    Pão e Rosas   /    Carolina Cacau #VozAnticapitalista   /    Rio de Janeiro   /    Educação   /    Rio de Janeiro   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar