FEMINICIDIO

Candidata do PT à prefeitura de Curralinho, no Marajó, é vítima de feminicídio em Belém

Leila Arruda, candidata do PT à Prefeitura de Curralinho no arquipélago do Marajó, foi assassinada a facadas e pauladas na tarde desta quinta-feira (19) em Belém.

sexta-feira 20 de novembro| Edição do dia

Segundo familiares Leila foi vítima de feminicio e brutalmente assassinada na porta de casa. De acordo com os familiares, o suposto autor do crime é o ex-marido, de quem Leila estava separada há três anos e sofria perseguições pelo ex marido. Leila tinha 49 anos e foi fundadora e militante do Movimento de Mulheres Empreendedoras da Amazônia (Moema), se filiando ao PT em Curralinho aos 20 anos, formada em pedagogia. A polícia ainda não se manifestou sobre o caso, expressando o descaso, à violência que milhares de mulheres sofrem no país, enquanto os causadores do crime seguem impunemente reproduzindo o machismo estrutural do capitalismo em outras mulheres. O Instituto Médico Legal (IML) confirmou que foi acionado para remover o corpo no endereço dela, no bairro do Tenoné. O PT do Pará lamenta morte em nota, onde colocou que Leila era militante e confirma que ela teria sido assassinada pelo Ex-marido, abarcando também a indignação por este crime que tirou a vida de mais uma mulher no estado reiterando que é inadmissível que as mulheres sejam reféns da violência provocada pelo machismo enraizado na sociedade, prestando ajuda aos familiares e amiga de Leila Arruda.

Rechaçamos a deslegitimação dos casos de feminicídio pelo Estado e pela policia, que legitima que mulheres em vários lugares do país sejam expostas a violências cotidianas, como por exemplo, as ameaças a Benny Briolly do PSOL de Niterói, onde sofreu ameaças de morte em suas redes sociais, desta extrema direita racista, machista e misógina encorajada por Bolsonaro.

Nós do Esquerda Diário nos solidarizamos com a família de Leila e seguiremos lutando ao lado das mulheres no combate profundo à destruição do machismo legitimado pelo capitalismo.




Tópicos relacionados

Extrema-direita   /    Feminicídio   /    Machismo   /    Violência contra a Mulher

Comentários

Comentar