Logo Ideias de Esquerda

Logo La Izquierda Diario

SEMANÁRIO

Cancelaram a terra – ensinamentos de Cacique Babau

Mafê Macedo

Imagem: Reprodução IG / redes sociais - Indígenas bloqueiam Rodovia dos Bandeirantes em SP desde às 6h do dia 25/06 em protesto contra projeto que muda a demarcação de terras

Cancelaram a terra – ensinamentos de Cacique Babau

Mafê Macedo

Através de uma aula com Cacique Babau, uma grande liderança indígena da aldeia Serra do Padeiro na Terra Indígena Tupinambá de Olivença, que se destaca pela sua atuação na denúncia das violações dos direitos indígenas aprendi lições muito valiosas e as transformei em uma poema que acredito que deva ser compartilhado, especialmente na semana em que a PL490, que ataca a demarcação de terras indígenas, é aprovada pela CCJ da Câmara.

Nós pisaremos onde se eles tirarem o solo de nossos pés?

Eu nunca conheci um rio suspenso

Nunca vi dizer que uma árvore nasceu no ar

O subsolo é da União?

Nós não temos organização?

Cabe à União demarcar e proteger

Turvam as águas dos rios

E nossa vontade de lutar por uma vida melhor:

Serra, floresta, água

E o barulho dos passarinhos

Cabe à União demarcar e proteger

Tiraram o nosso mundo e jogaram na beira de um pasto

Como é que nós vamos ser felizes

Tendo que alimentar o planeta?

Cabe à União demarcar e proteger

O ciclo de vida não é só humano

O problema não é só o governo atual

Todo Brasil é terra indígena

Mas se não é contratual

Se não há usufruto exclusivo

Não existe invasão

Demarcar e proteger cabe à Uniaõ?

Nesse conglomerado de vidas

Há quem lute pela água cristalina

Quem entre nela e analise os peixes

Há os peixes que vêm curiosos

Há quem os tire pra comer

E há quem os mate com mercúrio

E faça com que não haja mais nada

Demarcar e proteger cabe à União?

O que é o futuro

Se não um passado contado amanhã?

Não cabe na União demarcar e proteger.

Rosivaldo Ferreira da Silva, mais conhecido como Cacique Babau está inserido no Programa de Proteção aos Defensores dos Direitos Humanos (SDH/PR) por sofrer constantes ameaças de morte, tendo sido preso ilegalmente quatro vezes. Babau recebeu a Comenda Dois de Julho da Assembleia Legislativa da Bahia, a Medalha Chico Mendes de Resistência (por indicação da Comissão de Direitos Humanos e Assistência Judiciária da OAB/RJ), bem como o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Tais títulos atestam o engajamento do Cacique Babau na luta pelo reconhecimento e pela garantia dos direitos humanos, destacando-se nas lutas antirracistas e pela autonomia, autossuficiência e bem viver dos povos e comunidades tradicionais no Brasil.

Leia mais: Tupinambás são expulsos de suas terras na Bahia e lideranças são presas

Pode te interessar: Na base da repressão, CCJ da Câmara aprova PL 490 que ataca a demarcação de terras indígenas

veja todos os artigos desta edição
CATEGORÍAS

[Carcará - Semanário de Arte e Cultura]   /   [Resistência]   /   [luta indigena]   /   [Arte]   /   [Indígenas]   /   [Poesia]   /   [Cultura]

Mafê Macedo

Estudante de Psicologia da UFMG
Comentários