×

3J | Campinas 3J: Nossa Classe Educação exige greve geral das centrais sindicais

Nesse 3 de julho, diversas manifestações acontecem em várias capitais e cidades pelo país em repúdio ao governo Bolsonaro e sua condução da pandemia. Professores do Nossa Classe Educação em Campinas exigiram das centrais sindicais, e da Apeoesp, a convocação de uma greve geral para derrotar Bolsonaro, Mourão e barrar os ataques.

sábado 3 de julho | Edição do dia

Nesse dia nacional de luta em que diversas manifestações acontecem em várias capitais e cidades pelo país em repúdio ao governo Bolsonaro e sua condução da pandemia. Os professores do Nossa Classe Educação de Campinas juntam-se ao ato para exigir greve geral, contra Bolsonaro e Mourão e contra os ataques como o PL 490, que ataca o direito dos povos indígenas, as privatizações e a reforma administrativa. A responsabilidade por esses ataques, assim como pelas mortes frente a pandemia não são apenas de Bolsonaro, e sim, de todo o regime político do golpe, incluindo as oposições burguesas.

É necessário que os sindicatos como a Apeoesp, dirigido majoritariamente pelo PT, chamem Greve Geral organizada pelo conjunto da classe trabalhadora. Não vai ser pelas mãos da CPI, cheia de golpistas, que o Bolsonaro irá cair. A saída do impeachment tão pouco é solução, uma vez que colocaria no Mourão e preservando os militares e outras forças golpistas. Só a luta organizada da classe trabalhadora pode dar uma saída para atual crise nacional, derrotando Bolsonaro Mourão

Os professores também expressam seu repúdio à Reforma do Ensino Médio, que Doria e Rossieli aceleram em meio a pandemia.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias