×

PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS | Câmara ignora trágica marca de 500 mil e vota privatização da Eletrobras nessa segunda

Dois dias após Brasil atingir a nefasta marca dos 500 mil mortos, Arthur Lira coloca MP da Privatização da Eletrobras em pauta nessa segunda-feira como se nada estivesse ocorrendo. Privatização promete aumento da conta de luz, demissões de milhares e lucros exorbitantes para um punhado de empresários. Veja ao vivo sessão na câmara ao final da matéria.

segunda-feira 21 de junho | Edição do dia

A MP perde validade amanhã, portanto o Congresso quer dar celeridade ao processo. A proposta já havia sido votada na Câmara antes, foi ao Senado, sofreu alterações que tendem a aumentar as tarifas, e agora precisa ser referendada na Câmara antes de sofrer sanção presidencial.

A votação na câmara está ocorrendo hoje ao longo do dia (21). Como se o Brasil não tivesse atingido a marca de meio milhão de mortos, Arthur Lira, o centrão, a direita e partidos fisiológicos e burgueses em geral aceleram trabalhos para vender a Eletrobras.

- Saiba mais: Privatização da Eletrobrás deve demitir 450 trabalhadores em Minas Gerais

Além de repassar empresa gigantesca, que fornece energia elétrica para milhões de brasileiros, para ampliar lucro de grandes amigos capitalistas, a Câmara atua como se nada ocorresse no país. A verdade é que a venda da Eletrobrás vai encarecer a tarifa de luz, demitir trabalhadores, ampliar o desemprego, aumentar a miséria de milhares e ocasionar mais e mais apagões pelo país. Um crime pré-anunciado.

É preciso que as centrais sindicais e entidades em geral convoquem verdadeiro plano de lutas com uma paralisação nacional para barrar esse e tantos outros ataques.

- Leia mais: Abaixo a privatização da Eletrobras! Pela estatização sob controle dos trabalhadores




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias