Política

PORTO ALEGRE

Câmara de vereadores abre processo de impeachment de Marchezan em Porto Alegre

quarta-feira 5 de agosto| Edição do dia

Nesta quarta (05), a Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou a abertura de processo de impeachment do prefeito Nelson Marchezan (PSDB). O processo foi aberto em base da denúncia de utilização de R$ 2,4 milhões do Fundo Municipal de Saúde para pagamento de gastos com publicidade pela gestão da Prefeitura. A decisão ocorre a 102 dias da eleição municipal, adiada para 15 de novembro devido a pandemia.

A votação foi realizada em sessão virtual, e aprovada com 31 votos a favor e quatro contrários, e será instaurada na Câmara Municipal uma comissão de três vereadores, que serão sorteados, para avaliar o pedido impedimento do prefeito, que emitirá posição favorável ou contrária ao impeachment e o colocará em votação. Diferentemente da abertura do processo, para o qual é necessária maioria simples (19 votos), para depor o prefeito é preciso dois terços dos vereadores, o equivalente a 24 vereadores.

Esse é o sexto pedido de impeachment do Marchezan passa pela a Câmara, nos cinco primeiros, os vereadores votaram pelo arquivamento imediato. No último deles, em outubro de 2018, a votação foi de 16 votos favoráveis e 18 contrários.

Veja abaixo a lista dos vereadores que votaram contra e a favor da abertura do processo:

Contra a abertura do processo

Airto Ferronato (PSB)
Cláudio Conceição (PSL)
Mauro Pinheiro (PL)
Ramiro Rosário (PSDB)

A favor da abertura do processo

Adeli Sell (PT)
Aldacir Oliboni (PT)
Alvoni Medina (REP)
Cassiá Carpes (PP)
Cassio Trogildo (PTB)
Cláudia Araújo (PSD)
Cláudio Janta (SD)
Comandante Nádia (DEM)
Dr. Goulart (PTB)
Engº Comassetto (PT)
Felipe Camozzato (Novo)
Hamilton Sossmeier (PTB)
Idenir Cecchim (MDB)
João Bosco Vaz (PDT)
João Carlos Nedel (PP)
José Freitas (REP)
Karen Santos (PSOL)
Luciano Marcantônio (PTB)
Marcelo Sgarbossa (PT)
Márcio Bins Ely (PDT)
Lourdes Sprenger (MDB)
Mauro Zacher (PDT)
Mendes Ribeiro (DEM)
Monica Leal (PP)
Paulinho Motorista (PSB)
Paulo Brum (PTB)
Professor Alex Fraga (PSOL)
Professor Wambert (PTB)
Ricardo Gomes (DEM)




Tópicos relacionados

Marchezan   /    Porto Alegre   /    Política

Comentários

Comentar