×

CPI da Covid | CPI irá sugerir que Bolsonaro seja indiciado por charlatanismo, curandeirismo e epidemia

A CPI da Covid deverá indiciar o presidente Jair Bolsonaro pelos crimes de curandeirismo, charlatanismo e epidemia, por não ter tomado medidas para evitar a disseminação do coronavírus e por ter promovido a hidroxicloroquina e a ivermectina. É uma tentativa de limpar a cara de outros setores do regime, como o Centrão, que também são responsáveis, junto com Bolsonaro, pela situação catastrófica da pandemia no Brasil.

quarta-feira 11 de agosto | Edição do dia

(Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

Os crimes de charlatanismo e de curandeirismo seriam por ter promovido remédios, como Hidroxicloroquina e ivermectina, e o tratamento precoce contra a Covid-19, chegando a dizer que a ivermectina "mata bichas", em mais uma de suas declarações LGBTfóbicas. A decisão da cúpula da CPI veio após o depoimento de Jailton Barbosa, diretor da empresa Vitamedic, que afirmou que pagou mais de 700 mil reais para promover um manifesto de médicos a favor do tratamento precoce, e que as vendas de ivermectina cresceram mais de 1000%, multiplicando o lucro da empresa.

Leia também: CPI despista e Congresso aprova ataques: urgente uma greve geral e um plano de lutas dos trabalhadores

Os senadores da CPI, no entanto, entendem que estes remédios não possuem eficácia contra a Covid-19.

O indiciamento será uma sugestão do relatório final da CPI da Covid, que será enviado ao Ministério Público Federal para que este decida se irá, de fato, indiciar os acusados.

Leia mais sobre a CPI da Covid




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias