Sociedade

PANDEMIA

COVID-19: Brasil registra 2.311 óbitos nas últimas 24h e contaminação continua em alta

Média de mortes é inferior a 2 mil óbitos desde 17 de março, mas infecções pela doença continuam a crescer; Paraná já registra fila de espera por vaga em UTI.

quarta-feira 12 de maio| Edição do dia

Foto: Bruno Kelly/Reuters

De acordo com levantamento dos Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), o Brasil registrou 2.311 mortos por Covid-19, na última terça-feira (11). Assim, o país chega a triste marca de 425.540 mil mortos pela doença.

A média móvel de mortos, dos últimos setes dias, foi de 1.993 óbitos. Desde 17 de março o número de mortes não era inferior a 2.000 mortos no país. Entretanto, o número de infecções permanece em alta.

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 72.715 contaminações pelo novo coronavírus, que é superior a média móvel de infecções com 60.831, a elevação de casos já é registrada desde o dia 26 de abril. Desde o início da pandemia são 15.282.705 de pessoas contaminadas pela Covid-19.

Estados como o Paraná já registram fila para UTI, que cresceu 57%, passando de 158 para 248 pessoas a espera de uma vaga, segundo o jornalista Fernando Oliveira. Tal situação tende a se acentuar onde a maioria da população tem que se expor ao vírus frente ao desemprego e a fome, sem acesso a vacinação, fruto da gestão negacionista de Bolsonaro e dos governadores.

Pode te interessar: Enquanto faltam vacinas e a fome aumenta, esquema secreto de Bolsonaro destinou 3 bilhões para comprar apoio do Centrão




Tópicos relacionados

MORTES COVID-19   /    Contaminação   /    COVID-19   /    Pandemia   /    Governo Bolsonaro   /    Paraná   /    Sociedade

Comentários

Comentar