×

CONUNE Extraordinário | CONUNE: Por uma carta aos trabalhadores e sindicatos pela greve geral

Nesse último período sentimos a força da juventude que tomou as ruas, em atos contra Bolsonaro. Manifestações que tiveram início com um 29M muito forte contra os cortes das universidades e institutos federais e que seguiram com o 19J e 3J. Nós da Juventude Faísca vemos a importância de derrubar Bolsonaro e Mourão, mas não podemos nos aliar à direita, que implementa tantos ataques contra nossos direitos, precisamos de um chamado a classe trabalhadora de conjunto, com uma greve geral para derrubar Bolsonaro, Mourão e os ataques, exigindo uma nova constituinte.

terça-feira 13 de julho | Edição do dia

Neste congresso da UNE deveríamos construir ativamente uma unidade com os trabalhadores, colocando os estudantes à disposição para na construção de uma greve geral, aprovando uma carta aos trabalhadores e sindicatos, nos dispondo a ir para panfletar aos milhares nas fábricas e locais de trabalho de todo país. Resgatando o mais forte da tradição combativa e pró-operária do movimento estudantil, que em grandes momentos da história se colocou lado a lado da classe trabalhadora nas lutas em defesa dos nossos direitos.

Nesse momento, há mais de 530 mil mortos no Brasil pela Covid-19, o desemprego e a precarização do trabalho aumentando a cada dia. Não podemos colocar nossa força à disposição da direita e do STF golpista, a nossa aliança precisa ser por independência de classe ao lado dos trabalhadores e dos movimentos sociais, que como nós sofrem com a crise capitalista despejada nas nossas costas.

Colocamos fortemente que a única forma de se enfrentar de fato contra o governo e todos os ataques é a aliança da classe trabalhadora, dos estudantes e movimentos sociais, organizados desde as bases em cada local de estudo e trabalho, para construir um plano de lutas que culmine numa forte greve geral capaz de derrubar Bolsonaro, Mourão e todos os ataques.

Acreditamos que essa poderia ser uma importante resolução desse congresso, apesar da forma absolutamente burocrática com que ele está sendo construído. Ao contrário do que defende a UJS, balhamos pela auto-organização dos estudantes e defendemos a necessidade de assembleias de base em cada universidade, com voz e voto para todos os estudantes e a conformação de um comando nacional, com delegados revogáveis, para que os estudantes possam tomar os rumos da luta em suas mãos.

Esse congresso poderia ser um marco na luta contra Bolsonaro e Mourão. A juventude é historicamente a caixa de ressonância das contradições de classe, por isso, se colocar ativamente ao lado dos trabalhadores para construir uma greve geral é tão importante, lutando em cada local de estudo e trabalho com assembleias de bases, esse seria o propósito da carta e panfletagem em massa. Estarmos aliados e unidos a nossa classe para derrotar Bolsonaro, Mourão e os ataques que eles implementam junto com a direita.Esse é o chamado que fazemos a todos os estudantes e organizações que estarão nesse Conune extraordinário

Leia também nossa tese: Transformar nosso ódio em revolução! Fora Bolsonaro e Mourão!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias