×

Porto Alegre | CCJ da Câmara aprovar parecer da PL de Melo pelo fim do cargo de cobrador e pode ser votada

Na mesma semana em que os rodoviários da Carris paralisaram contra a privatização, mais um ataque de Melo segue avançando nas tramitações da Câmara, podendo acabar com o cargo de cobradores e deixar milhares de rodoviários na rua.

sexta-feira 27 de agosto | Edição do dia

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal de Porto Alegre realizou reunião extraordinária, nesta sexta-feira (27), onde votaram o parecer ao Projeto de Lei do Executivo (PLE 016/21) que trata do fim do cargo de cobrador no transporte público de Porto Alegre. Um ataque histórico a categoria, o que resultará na demissão de milhares de rodoviários da capital gaúcha.

Foram cinco votos favoráveis ao projeto, às emendas n° 1, n° 2, n° 3 e n° 4 e à subemenda n° 1 à emenda n° 2, e dois votos contrários à tramitação. Os vereadores favoráveis ao projeto foram: Felipe Camozzato (Novo), presidente da CCJ; Cláudio Janta (SD), vice-presidente; Comandante Nádia (DEM); Mauro Pinheiro (PL); e Ramiro Rosário (PSDB). Pedro Ruas (PSOL) e Leonel Radde (PT) votaram contra o projeto e as emendas nº 1, nº 2 (e subemenda nº1) e nº 4 e a favor da emenda nº 3, que prevê a elaboração de um Plano de Demissão Voluntária (PDV) para os trabalhadores.

Na mesma semana em que os rodoviários da Carris demonstraram sua disposição de luta para contra a privatização da Carris que Melo quer aplicar, com uma forte paralisação, a Câmara quer seguir para aprovar os ataques de Melo e os barões do transporte para descarregar a crise econômica em cima das costas dos trabalhadores e usuários.

Em início de 2020, ainda no governo Marchezan, os trabalhadores se mobilizaram e impediram com que a extinção do cargo de cobrador fosse aprovado pelo os vereadores. é com esse mesmo espírito de luta que os rodoviários precisam se embandeirar para lutar contra a privatização da Carris e o fim dos cargos de cobradores que afetará também os cobradores das empresas privadas. Assim como os usuários que pode sofrer com outro projeto de Lei que Melo quer aplicar em que acaba com as isenções de passagens, precisa se unificar nesta luta para enfrentar os ataques.

Veja também: É preciso construir um fundo de greve para enfrentar Melo contra a privatização da Carris




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias