Sociedade

PERDA DE RENDA NA PANDEMIA

Brasil de Bolsonaro: 46% dos trabalhadores viram a renda diminuir ou acabar na pandemia

71% dos entrevistados em pesquisa dizem ter reduzido seus gastos desde o início da pandemia; 37% dizem que essa redução será permanente.

quarta-feira 28 de abril| Edição do dia

Foto: Carlos Alberto Silva

De acordo com a pesquisa divulgada nessa quarta-feira (28) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), 46% dos trabalhadores viram a renda diminuir ou acabar durante a pandemia.

Segundo os dados, 32% dos entrevistados tiveram uma queda na renda por causa da queda de salário e 14 tiveram uma perda total, enquanto 41% dos entrevistados tiveram renda estável e 10% registram aumento.

Veja também: Reedição da MP 936 permite redução de salário para trabalhadores e lucro aos empresários

71% dos entrevistados dizem ter reduzido seus gastos desde o início da pandemia, 30% perderam parte ou toda renda que tinham, 38% se dizem inseguros quanto ao futuro e 27% alegam o fechamento do comércio.

A pandemia aprofundou ainda mais a crise econômica que já estava em curso. Já são quase 400 mil pessoas vítima da Covid-19 enquanto outras milhares amargam o desemprego e a fome, fruto da gestão de Bolsonaro e de seu governo de militares, que junto com o Congresso e o STF estiveram junto pra jogar em cima das costas dos trabalhadores essa crise, como querem fazer com a reedição da MP 936 que flexibiliza contratos e corta salários.

Pode te interessar: MP 936 é verdadeira bolsa empresário e quem segue sem sustento é o trabalhador




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    Governo Bolsonaro   /    Fome   /    Desemprego   /    Sociedade

Comentários

Comentar