×

Jogos em Tóquio | Brasil conquista 4 medalhas na natação nas Paralímpicas de Tóquio

Em Tóquio nesta quarta-feira (25) começaram as Paralimpíadas, alguns atletas brasileiros já conquistaram 4 medalhas. Tudo isso em um momento que o Ministro da educação tenta avançar com a retirada dos direitos das pessoas com necessidades especiais.

quarta-feira 25 de agosto | Edição do dia

Foto: Lisi Niesner/Reuters/Direitos Reservados

As Paraolimpíadas começaram hoje em Tóquio e os atletas brasileiros já conquistaram ouro e bronze, tudo isso em meio a falta de investimentos nos esportes para as pessoas com necessidades especiais e frente às políticas antidemocráticas do governo de extrema direita de Bolsonaro e Mourão que ao lado do Ministro da Educação buscam excluir os direitos e obrigações do governo para as pessoas com necessidades especiais.

Gabriel Araújo, apenas com 19 anos, conquistou prata nos 100m costas da classe s2 da natação. Além disso, Gabriel deu um show de carisma com uma dancinha que alegrou o público e segundo palavras do próprio medalhistas, se depender dele terá mais dancinhas e medalhas.

Gabriel Bandeira, 21 anos, nadador nos 100m borboleta da classe S14 conquistou o primeiro ouro com seus 21 anos. O atleta Phelipe Rodrigues, 30 anos, conquistou bronze na final dos 50 metros livre da classe S10, essa medalha é a oitava de sua carreira. Daniel Dias mais uma vez fez história em Tóquio, com seus 33 anos, tem sua carreira marcada nos jogos Paralímpicos com 25 medalhas e nesses jogos em Tóquio não foi diferente, Daniel conquistou bronze nos 200m livre da classe S5. Philipe Rodrigues nadador, 31 anos, conquistou bronze nos 50m livre da classe S10.

Os jogos paralímpicos sofrem com a falta de investimentos e a baixa divulgação por parte dos grandes meios de comunicação, como por exemplo, as grandes emissoras de TV das mídias burguesas pouco apresentam os jogos em Tóquio, para piorar o governo de extrema direita de Bolsonaro e Mourão e o ministro da Educação todos eles defendem e são apoiadores da retirada de direitos das pessoas com necessidades especiais. São declarações absurdas como essas, com um caráter racista, elitista e de exclusão aos deficientes, que escancaram o projeto de governo dessa extrema direita para o conjunto da população.

LEIA MAIS:
https://www.esquerdadiario.com.br/Ministro-da-Educacao-volta-a-atacar-inclusao-escolar-de-PCDs-nao-queremos-inclusivismo




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias