Política

PRIVILÉGIOS DOS MILITARES

Braga Netto é convocado para explicar gastos de milhões em picanha e cerveja para as Forças Armadas

A mesma Câmara Federal que aprovou o orçamento para 2021 com rombos profundos na saúde e educação, demagogicamente aprovou nesta quarta-feira, 31, a convocação do general Braga Netto para explicar os milhões gastos com picanha, cerveja e outras iguarias para as Forças Armadas.

quarta-feira 31 de março| Edição do dia

Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

A Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara Federal, composta em sua maioria por deputados que aprovaram os rombos profundos na saúde e educação em meio ao agravamento da pandemia, demagogicamente agora aprovou a convocação do ministro da Defesa, general Walter Braga Netto, para dar explicações sobre os milhões gastos em 700 toneladas de picanha, 80 mil cervejas, entre outras iguarias para as Forças Armadas.

Veja também:
Braga Netto assume e diz que golpe de 64, que torturou e assassinou, deve ser “celebrado”
Preço dos alimentos sobe três vezes mais que a inflação ao se completar um ano de pandemia

Enquanto isso, a maioria da população brasileira segue espremida entre a fome, o desemprego e o agravamento da pandemia com recordes diários de mortos pela covid-19, aguardando a liberação de uma nova rodada de pagamento do auxílio emergencial de R$ 250 por família, que diante dos aumentos exorbitantes da cesta básica, mal se consegue escolher se vão comprar o gás de cozinha a R$ 100 o botijão ou a comida para pôr na mesa, sem falar em outras despesas essenciais.

Pode te interessar:

As tensões nas Forças Armadas para além do jogo de cena - análise por Thiago Flamé e Ítalo Dias

Chega de perder de “W.O.” - opinião de Leandro Lanfredi




Tópicos relacionados

privilégios   /    Militares na política   /    Governo Bolsonaro   /    Forças Armadas   /    Política

Comentários

Comentar