×

Proteção do lucro de planos privados | Bolsonaro veta disponibilização de remédios para tratamento de câncer via planos de saúde

O veto de Bolsonaro impede fácil acesso a 23 novos medicamentos orais para pacientes em tratamento de câncer, que seriam ofertados pelos planos de saúde.

terça-feira 27 de julho | Edição do dia

Imagem: Isac Nóbrega / PR

O veto do presidente ao projeto foi integral e está publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (27).

Se aprovado, o fornecimento dos medicamentos pelos planos de saúde poderia beneficiar mais de 50 mil pacientes. Hoje, os planos de saúde cobrem apenas parte dos remédios necessários para o tratamento de câncer, o que encarece para o bolso de milhares de famílias.

O projeto previa, segundo Agência Estado, que os planos privados de saúde ficariam obrigados a cobrir despesas com tratamentos antineoplásicos ambulatoriais e domiciliares de uso oral em até 48 horas.

Desde o anúncio desse projeto, os empresários da saúde, donos que lucram em cima da saúde da população com estes planos privados, estavam pedindo pelo veto de Bolsonaro. E assim o foi, com o presidente seguindo a risca a proteção dos lucros empresariais em detrimento da vida da maioria da população.

E falando em veto... Sabe o veto do Fundão que Bolsonaro prometeu? Mentira! Ele disse que manterá R$ 4 bilhões

A justificativa do governo deixa isso bastante nítido, já que afirma que "o alto custo dos antineoplásicos orais" iria comprometer a "sustentabilidade do mercado de planos privados de assistência à saúde". Com "sustentabilidade do mercado" de planos privados, entenda-se lucro deste mercado. Essa é a lógica capitalista miserável que produz cenas terríveis como a "fila do osso".




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias