Política

FISIOLOGISMO

Bolsonaro sinaliza recriação de ministérios se vencer as eleições no Congresso

Em pronunciamento nesta sexta (29/01), Bolsonaro disse que poderia recriar 3 ministérios se Arthur Lira e Rodrigo Pacheco forem eleitos e o Congresso pare de “travar” a pauta do governo.

sexta-feira 29 de janeiro| Edição do dia

(Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil)

A declaração foi feita durante a cerimônia de planejamento dos Jogos Escolares Brasileiros (JEBs), no Palácio do Planalto. O presidente afirmou que poderia recriar os ministérios da Cultura, dos Esportes e da Pesca, que hoje são secretarias.

Bolsonaro condicionou isto, no entanto, a vitória de Arthur Lira (PP) para a presidência da Câmara e Rodrigo Pacheco (DEM) para a presidência do Senado. Segundo ele, com a vitória destes candidatos por quem ele tem simpatia, o Congresso não iria mais travar as pautas do governo.

É mais uma demonstração da política de “toma lá, da cá” que Bolsonaro pratica, mesmo dizendo combater. Nesta semana, foi revelado que o Planalto liberou mais de R$ 3 bilhões para que deputados e senadores apliquem em obras.

Além disso, Bolsonaro exonerou hoje dois ministros, Tereza Cristina, da Agricultura, e Onyx Lorenzoni, da Cidadania, ambos do DEM. A medida foi tomada para que eles possam votar na eleição e também participar da articulação política do governo no Congresso para conseguir apoios para Arthur Lira.

Este anúncio mostra o fisiologismo de Bolsonaro, apesar de sua hipócrita retórica de que estaria combatendo a “velha política”, trocando cargos e verbas por votos para seus candidatos no Congresso.




Tópicos relacionados

Baleia Rossi   /    Arthur Lira    /    Bolsonaro   /    Governo Bolsonaro   /    Rodrigo Maia   /    Centrão na Câmara   /    Centrão   /    Congresso   /    Eleição no Congresso   /    Política

Comentários

Comentar