×

Bolsonaro questiona bloqueio de Facebook e incita censura de jornais

Bolsonaro questiona restrição de Facebook para que recebesse imagens de apoiadores registrando impostos cobreados em combustíveis. Em resposta, afirmou que o "certo" seria tirar de circulação os jornais, em nostálgica alusão ao regime militar que, durante décadas, censurou a circulação de notícias.

terça-feira 16 de fevereiro | Edição do dia

Bolsonaro apontando para general da ditadura, Emílio Garrastazu Médici – Flickr Família Bolsonaro/Via Conversa Afiada.

Segundo Bolsonaro, a Advocacia-Geral da União (AGU) foi acionada para que investigue o bloqueio imposto pelo Facebook, que proibiu a publicação de imagens em páginas destinada a publicar conteúdos políticos.

"O certo é tirar de circulação Globo, Folha de S.Paulo, Estadão, Antagonista. São fábricas de fake news. Agora, deixa o povo se libertar, ter liberdade. Logicamente, se alguém extrapolar alguma coisa, tem a Justiça para recorrer. Agora, o Facebook vir bloquear a mim (sic) e a população. É inacreditável que isso impere no Brasil. E não há reação da própria mídia", afirmou Bolsonaro com sua tradicional e asquerosa nostalgia da censura do período do regime militar, do qual é herdeiro.

Por puro cinismo, Bolsonaro disse que não tomaria providências para a censura aos jornais por ser "um democrata". Isto é, o mesmo militar que saudou o torturador e assassino, Carlos Alberto Brilhante Ustra, durante o processo de impeachment de Dilma Rousseff em 2016, diz ser um democrata ao mesmo tempo que defende censurar os jornais.

Sob pressão de setores de caminhoneiros, setor bastante aliado ao presidente pelo tema do preço dos combustíveis, no último dia 11, Bolsonaro pediu a apoiadores para que abasteçam os veículos e enviem foto de notas fiscais com os valores que foram pagos, para "checar" suposta "bitributação" e esclarecer as alíquotas pagas em impostos federais e estaduais. O presidente afirma que sofreu bloqueio do Facebook para se comunicar, receber imagens e utilizar a rede social.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias