×

Privatização do Correios | Bolsonaro gasta 5 milhões em propaganda com mentiras sobre a privatização do Correios

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ETC), uma das maiores e mais lucrativas empresas públicas do Brasil está na mira da privatização do governo Bolsonaro que gastou 5 milhões em agosto desse ano em uma propaganda cheia de mentiras sobre a privatização do Correios.

terça-feira 23 de novembro | Edição do dia

A propaganda mentirosa foi veiculada no mesmo período em que o PL 591/2021 foi aprovado na Câmara dos deputados em 5 de agosto e segue nas redes sociais. A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal adiou a votação do relatório sem data para retomar. O PT por meio do senador Paulo Paim se limita a tentar manobras para adiar ainda mais a votação insistindo que o PL passe pela Comissão de Constituição e Justiça da casa ao invés de organizar a classe trabalhadora e setores da população que serão afetados para barrar esse brutal ataque e entrega do Correios que irá precarizar diretamente milhares de trabalhadores além de diminuir a qualidade do serviço.

O governo pretende levar a ETC a leilão no primeiro semestre do ano que vem. Nos últimos 20 anos o Correios repassou 73% dos resultados positivos ao único acionista que é o Governo Federal mostrando que é muito lucrativo e eficiente. A privatização é para atender os interesses de bilionários como o dono da Amazon e serviços de entrega como uber, 99 etc. Sendo que áreas onde o Correios público chega hoje como em regiões remotas da Amazônia serão totalmente desassistidas.

Contra a privatização e a consequente precarização dos trabalhadores não só do Correios mas de diversos outros setores que pagarão mais caro pelo serviço é preciso organizar a resistência da classe trabalhadora nas ruas contra Bolsonaro, Mourão e todo o regime que avança com privatizações e ataques contra os trabalhadores. Para isso partidos como o PT e o PCdoB que controlam as maiores centrais sindicais do país (a CUT e a CTB respectivamente) poderiam e deveriam estar chamando assembleias em todas as categorias que dirigem para preparar uma greve geral capaz de impor uma saída de independência de classe dos trabalhadores e colocar os rumos do país nas mãos do povo por meio de uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana imposta pela luta, porque não basta mudar os jogadores e manter esse jogo sujo do regime do golpe é preciso mudar as regras do jogo com a força da nossa luta para que sejam os capitalistas que paguem pela crise.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias