×

Crise hídrica | Bolsonaro fala em bandeira vermelha e dá “solução” esdrúxula: “Apague um ponto de luz”

Presidente Bolsonaro fala em “maior crise hídrica da história”, seu ministro da economia pergunta qual o problema da energia ficar mais cara, o Amapá volta a ter apagão, inflação galopante em todo o país e Bolsonaro propõe o quê? Que você “apague um ponto de luz na sua casa agora”. Declaração ocorreu na live de quinta.

sexta-feira 27 de agosto | Edição do dia

A situação hídrica no país está ficando cada vez mais crítica e isso gera impacto direto na vida e no bolso de cada trabalhador. Bolsonaro fala em “maior crise hídrológica da história” não porque ele reconhece os impactos do aquecimento global na natureza, mas para tirar o corpo fora da situação.

"Em que pese estarmos vivendo a maior crise hidrológica da história, 91 anos que não tínhamos uma crise como essa... Vou até fazer um apelo a você que está em casa agora: tenho certeza que você pode apagar um ponto de luz na sua casa agora. Peço esse favor para você, apague um ponto de luz agora", disse Bolsonaro durante sua live de quinta. Veja o vídeo ao final da matéria.

O pedido é esdrúxulo, pois acha que o problema dos reservatórios se dará com uma lâmpada a mais ou a menos na casa das pessoas, mas o problema é mais embaixo. Além dos impactos das mudanças climáticas ferirem fortemente nossas matrizes energéticas, o capitalismo agrava a situação com casos absurdos como a denúncia que fizemos no Esquerda Diário em julho: Empresas esvaziam reservatórios de hidrelétricas para lucrar mais.

Além do mais, Bolsonaro e o Congresso avançam, no último período, na privatização da Eletrobrás, com direito a jabutis para favorecer grandes multinacionais que vão lucrar com as tarifas altas que os trabalhadores pagam. A verdade é que enquanto a energia for controlada pelo capitalismo, nunca teremos uma produção sustentável e de acordo com a necessidade da população.

O escárnio de Bolsonaro ao pedir para apagar um ponto de luz caminha de mãos dadas com a fala criminosa de seu ministro da economia que perguntou: ’Qual é o problema agora que a energia vai ficar um pouco mais cara porque choveu menos?’

Veja vídeo abaixo:




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias