Bolsonaro no leilão da cedae

Bolsonaro é recebido com protesto no leilão da Cedae

Bolsonaro foi recebido com protesto de centenas de manifestantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) quando ia participar do criminoso leilão da Cedae

sexta-feira 30 de abril| Edição do dia

Nesta sexta-feira (30), Jair Bolsonaro (sem partido) participou do leilão da Cedae, projeto de privatização criminoso da água e esgoto no Rio de Janeiro, que coloca na mão da iniciativa privada o bem mais caro a toda população do estado, em meio à uma crise sanitária e econômica sem precedentes.

Veja também: "Um empresário não vai ter compromisso de colocar água dentro da comunidade" diz trabalhador da CEDAE

Ao gritos de “genocida” e “fora Bolsonaro”, a comitiva de Bolsonaro chegou a ser recebida até mesmo com um ovo lançado, mas que não chegou a atingir ninguém.

Manifestantes lembraram a gestão caótica de Bolsonaro frente à pandemia, que já registra mais de 400 mil mortos, com uma média de mais de 3000 mortos por dia no país. Enquanto isso, segue com seu projeto de destruição e privatização, em conjunto com Paulo Guedes (que também participou da reunião), deixando a vida do povo trabalhador ainda mais precária.




Tópicos relacionados

Crise   /    Paulo Guedes   /    Crise capitalista   /    Privatização da Água   /    Crise hídrica   /    CEDAE   /    Crise no Rio de Janeiro   /    Jair Bolsonaro   /    Privatização   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar