×

HOMOFOBIA | Bolsonaro dá risadinha homofóbica e ironiza declaração de Eduardo Leite

Bolsonaro voltou a vomitar homofobia aos seus apoiadores. Dessa vez, ironizou declaração do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que ontem deu declaração pública pela primeira vez sobre sua homoafetividade, e disse rindo: “O cara ontem se achando o máximo. Se achando o máximo, né? Olha… Bateu no peito: ‘eu assumi’”, e seus apoiadores gargalharam no mais abjeto estilo homofóbico. Veja vídeo.

sexta-feira 2 de julho | Edição do dia

O cercadinho do Palácio da Alvorada parece ser o palco do capeta, onde o Brasil recebe pílulas diárias de barbaridades violentas. A de hoje foi Bolsonaro trazer à tona novamente manifestações homofóbicas contra Eduardo Leite. O governador pela primeira vez se declarou publicamente gay no programa do Bial e já havia sido atacado por Bolsonaro em outros momentos.

Como afirmamos neste texto, escrito pelo estudante de Teatro da UFRGS, Luno P., rechaçamos todas os ataques homofóbicos de Bolsonaro a Leite ou a qualquer um, o que não significa que Leite é nosso aliado. Pelo contrário, o governador neoliberal apoiou Bolsonaro em 2018 e já promoveu incontáveis ataques aos trabalhadores.

As gargalhadas dos apoiadores expressam a profunda homofobia presente entre seus apoiadores. Veja o vídeo abaixo, os regurgitos são a partir do minuto 12.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias