Sociedade

Bolsonaro coloca Força Nacional para bloquear a entrada de imigrantes na fronteira com o Acre

Imigrantes de outros países latinos, sobretudo haitianos, estão sendo barrados nas entradas do estado do Acre, divisa com o Peru.

sexta-feira 19 de fevereiro| Edição do dia

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Em portaria estabelecida nesta quinta pelo Ministério da Justiça, Governo Bolsonaro autoriza o envio da Força Nacional para a fronteira Brasil-Peru, estado do Acre. O motivo da portaria seria para “bloqueio excepcional e temporário de entrada no País de estrangeiros, em caráter episódico e planejado”.

O caráter contraditório se dá em que somente em fronteiras terrestres de determinados países(onde a maior concentração de pessoas vindo de países em situação de calamidade, como o Haiti) é que estão sendo supra-vigiadas. Enquanto isto, as entradas aéreas seguem abertas.

O estado do Acre vem passando por um delicado surto de dengue, que também é utilizado como álibi para este cerceamento aos haitianos, que em sua maioria tem como destino as grandes cidades e centros urbanos do Brasil, sobretudo Rio de Janeiro e São Paulo.

Enquanto segue com sua cartilha de desdém a pandemia, Bolsonaro se utiliza quando lhe convém da pandemia para cercear e perseguir povos já extremamente oprimidos, como são atualmente os do Haiti.




Tópicos relacionados

Força Nacional   /    Bolsonaro   /    Fronteiras abertas   /    Haiti   /    Sociedade

Comentários

Comentar