Política

ELEIÇÕES 2020

Bolsonaro burla regras eleitorais e doa R$10 mil para campanha do filho Carlos no RJ

O presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro fez uma doação de R$ 10 mil em espécie à campanha para vereador de Carlos Bolsonaro (Republicanos) no Rio de Janeiro. O depósito consta na própria declaração de receitas do vereador no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Essa doação contraria uma resolução que limita repasses diários em espécie de pessoas físicas para candidaturas.

quinta-feira 8 de outubro| Edição do dia

A resolução 23.607 do TSE, de 17 de dezembro de 2019, proíbe doações em espécie superiores a R$ 1.606,10. E o histórico da família Bolsonaro é de sustentação de campanhas eleitorais com dinheiro vivo. De 2008 a 2014, a família injetou autodoações em espécie que chegaram a manter até cerca de 60% de suas campanhas.

Entre movimentações de dinheiro da família, também estão desvio de verba destinada à contratação de servidores (as chamadas rachadinhas) de Flávio Bolsonaro, assim como possível lavagem de dinheiro na compra de imóvel da ex-mulher do presidente.

Enquanto Bolsonaro discursa na ONU que descartou a Lava-Jato porque “não existe corrupção no governo”, nenhuma dessas investigações são levadas à frente pelo judiciário. O judiciário procura mais enfraquecer o clã do que fazer justiça pelas manobras criminosas para não minar o pacto nacional colocado e focar no que estão unificados: destruir qualquer direito que ainda reste, para que sejam os trabalhadores e a população a pagarem pela crise.




Tópicos relacionados

Eleições municipais 2020   /    Eleições 2020   /    Carlos Bolsonaro    /    Governo Bolsonaro   /    Jair Bolsonaro   /    TSE   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar