Política

TRUMP

Bolsonaro apoia declaração de Trump de que irá declarar manifestantes como terroristas

Menos de dez minutos após Trump declarar no Twitter que irá criminalizar os manifestantes nos EUA, Bolsonaro manifestou seu apoio à medida compartilhando o tuíte em seu perfil.

domingo 31 de maio| Edição do dia

Que Bolsonaro é um capacho de Trump que reproduz tudo o que ele pensa não é novidade. Mas dessa vez, Bolsonaro usou uma mensagem escandalosa do presidente estadunidense para fazer uma ameaça também aos milhares de manfestantes que tomaram as ruas hoje em diversas cidades do Brasil contra Bolsonaro e os assassinatos racistas da polícia.

O presidente Donald Trump está vendo se alastrarem por todo os EUA uma fúria imparável do povo negro, em manifestações radicalizadas contra o brutal assassinado de George Floyd pela polícia racista, que, como no Brasil, assassina impunemente o povo negro. O presidente estadunidense já havia dito que “quando começarem os saques, começam os tiros”, ameaçando explicitamente os manifestantes, e um jovem de 19 anos já foi assassinado pela repressão.

es

Hoje, Trump decidiu aumentar o tom das medidas repressivas assassinas, e declarou em seu Twitter que pretende declarar como terroristas os “antifas”, acrônimo para “anti-fascistas”, ou seja, todas as centenas de milhares de manifestantes que estão furiosamente tomando as ruas, combatendo a polícia, destruindo suas viaturas e mostrando que não será mais aceito o derramamento de sangue negro pelas mãos do Estado.

Bolsonaro, que há tempos atrás havia expressado seu medo de que as manifestações em toda a América Latina contagiassem o Brasil, hoje certamente se apavora ao ver o que está acontecendo nos EUA, e ainda mais ao ver que nesse domingo, 31, foram organizadas diversas manifestações em cidades do país contra Bolsonaro, contra suas bases fascistas que tem ido às ruas, e contra a polícia racista e assassina que assassinou João Pedro e tantos outros jovens negros em nosso país.

Por isso, Bolsonaro não esperou nem dez minutos para compartilhar o tuíte do direitista que ocupa a presidência dos EUA, aproveitando o recado do “chefe” para mandar sua ameaça nem tão velada para os que foram as ruas no Brasil. Em São Paulo, seu adversário João Doria já mostrou que quando se trata de reprimir os que lutam contra a direita, o racismo e o fascismo, estão totalmente em sintonia: a polícia reprimiu brutalmente a manifestação convocada pelas torcidas organizadas .

As ameaças de Bolsonaro não são apenas contra o STF, mas serão muito mais duras contra qualquer forma de organização popular que vá às ruas para questionar a partir de baixo suas medidas autoritárias, seu negacionismo, seus ataques aos trabalhadores, seu racismo, LGBTfobia e machsimo.




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Racismo   /    Jair Bolsonaro   /    Donald Trump   /    Racismo EUA   /    Racismo   /    Política

Comentários

Comentar