Política

ELEIÇÕES NO EUA

Biden tem grandes chances de derrotar Trump para gerir o imperialismo estadounidense

Hoje nos EUA sairá o resultado das eleições presidenciais, de um lado Joe Biden do partido Democrata e de outro lado Donald Trump do partido Republicano, dos 13 estados-chave, em 10 Biden dispara na frente de Trump.

terça-feira 3 de novembro| Edição do dia

Foto: Jim Bourg/Pool via AP; Elcio Horiuchi/G1

Segundo o site folha de São Paulo, Biden tem nove chances em dez de ganhar e os percentuais de vantagens são 8,4 pontos à frente de Trump. Esse percentual é mais do que o dobro das últimas eleições, Hillary Clinton atingiu 3,8 pontos em disputa com o candidato republicano.

Biden que representa um dos partidos imperialista mais antigos do mundo lidera os percentuais a seu favor em contraposição a Trump, porém nos EUA o que define as eleições à presidência são os 51 pleitos que ocorrem simultaneamente. O número de votos é proporcional ao número de pessoas de cada estado, o vencedor de um estado leva todos os votos deste estado, as pesquisas apontam que dos 13 estados considerados chave, em 10 Biden tem chances de ganhar. O que determina o resultado é a conquista de cada estado.

As eleições nos Estados Unidos podem trazer grandes surpresas, inclusive um enfraquecimento de Bolsonaro aqui no Brasil, se Trump perde as eleições, pois sempre deixou claro sua submissão e servidão ao imperialismo norte americano.

Biden, em nenhum momento de sua campanha eleitoral se colocou como uma alternativa anticapitalista, que deseja romper com o imperialismo, muito pelo contrário, quer administrar o imperialismo norte americano enquanto os negros, negras e imigrantes sofrem as piores mazelas no coração do capitalismo mundial.

É preciso se apoiar no grande levante negro que tomou as ruas diante de uma pandemia lutando contra a violência policial e o racismo. É preciso apostar na auto organização da classe trabalhadora americana para responder com uma saída de fundo e dos trabalhadores a crise econômica internacional do capitalismo.




Tópicos relacionados

Eleições Estados Unidos 2020   /    Joe Biden   /    Donald Trump   /    Política   /    Internacional

Comentários

Comentar