Banrisul envia PDV para iniciar demissões visando interesses privatistas

A proposta que serve para avançar com precarização e privatização do banco estatal será apresentada oficialmente nesta quarta feira dia 16/09/2020.

terça-feira 15 de setembro| Edição do dia

Imagem: Associação dos Funcionários das Empresas do Grupo Banrisul (AGBAN)

O Banco do Estado do Rio Grande do Sul enviou aos sindicatos uma proposta de um acordo coletivo para que servidores se desliguem voluntariamente do banco. A proposta se dá no marco de que o Banrisul é alvo dos ataques privatistas dos quais o governador Eduardo Leite PSDB pretende aplicar, assim como outras instituições como a CEEE e SULGÁS o que resulta na precarização do serviços abrindo espaço para a inserção de empresas privadas estrangeiras no estado.

Segundo o Sindicato dos Bancários Rio Grande do Sul (SINDIBANCÁRIOS) a proposta apresentada pela instituição foi uma das maiores até agora, mas ainda sem estimativa de quantas pessoas irão aderir a esse acordo.

A instituição está prevendo alguns "incentivos" financeiros em troca da demissão aos que decidirem aderir ao acordo de demissão dando preferência para funcionários mais antigos e já aposentados pelo INSS. Sem uma proposta concreta para os funcionários contratados recentemente, Alguns incentivos são:

  • 0,35 salários por ano trabalhado, limitado a 35 anos - Funções Gerenciais e Executivas
  • Ajuda despesas médicas no valor de R$ 2.500
  • 0,60 salários por ano trabalhado - comissionados

Entre alguns outros, incluindo as garantias mínimas advindas de CLT para servidores estatais em situação de rescisão contratual. Nenhuma dessas propostas equivale a garantia do emprego pleno com todos os direitos garantidos a todos os servidores que estão sendo atacados pelas medidas privatistas de Leite que apenas visam satisfazer os desejos dos banqueiros e empresários de outros países com a entrega das empresas estatais do estado em suas mãos.




Tópicos relacionados

Economia   /    Eduardo Leite   /    Rio Grande do Sul   /    Privatização

Comentários

Comentar