×

CORRUPÇÃO NO GOVERNO BOLSONARO | BOMBA 2: Luiz Miranda diz ter recebido oferta para não atrapalhar negociação da Covaxin em reunião com Ricardo Barros

A denúncia é do jornal Crusoé.

quarta-feira 30 de junho | Edição do dia

O Brasil definitivamente não é para amadores. No mesmo dia que sai a denuncia que o governo teria tentado exigir propina do representante da AstraZeneca, o jornal Crusoé publicou a denúncia de que Luís Miranda, que denunciou Bolsonaro na CPI da Covid teria recebido ofertas de propina para não atrapalhar o negócio da Covaxin.

Segunda a denúncia, 11 dias após ter conversado com Bolsonaro, o deputado teria sido chamado para uma conversa com Ricardo Barros e o lobista Silvio Assis, onde disseram que se ele não atrapalhasse a negociação poderia ter uma recompensa. Após isso, houve uma segunda reunião em maio. Nessa última, teria sido oferecido 6 centavos de dólar por dose, o que chegaria até a 1,2 milhão de dólares caso a negociação fosse cumprida. O deputado ainda disse que chegou a ser ameaçado de voz de prisão em uma das reuniões.

O caso evidencia mais um aprofundamento dos escândalos de corrupção que Bolsonaro está envolvido. Além disso, envolve figuras amplamente conhecidas no meio político por seu histórico de corrupção, de modo que na verdade o discurso de a "mamata acabou" poderia ser lido como "a mamata aumentou". No entanto, também mostra como todo o regime político está envolvido nesses casos.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias