Sociedade

AUMENTO DA PASSAGEM

Aumento da passagem é aprovado no Conselho Municipal de Transportes em Natal-RN

Os trabalhadores e a juventude natalense foram golpeados na manhã desta quinta, 27, pós-carnaval com a autorização do Conselho Municipal de Transportes do aumento da passagem de ônibus na capital do Rio Grande do Norte.

quinta-feira 27 de fevereiro| Edição do dia

A tarifa passará para R$ 4,35 para pagamento em dinheiro e R$ 4,15 para pagamento no cartão, segundo a proposta do conselho e aprovada pelo prefeito Álvaro Dias (MDB).

A proposta não estava prevista na pauta da reunião do conselho, foi colocada de surpresa pelo Sindicato das Empresas de Transporte Urbano (Seturn), que queria um aumento da passagem para R$ 4,68.

Segundo o G1, o reajuste previsto é de 8,75% para a tarifa paga em dinheiro e 6,4% para pagamento no cartão. Se Álvaro Dias acatar, o aumento acontecerá menos de um ano do último reajuste, que foi em maio de 2019. A passagem já era R$ 4,00 em dinheiro e R$ 3,90 no cartão desde 2019.

A reunião do conselho municipal de transportes aconteceu esta manhã e contou com a presença de 18 membros na votação, mesmo depois de membros contrários ligados aos grêmios de secundaristas, diretórios centrais dos estudantes das universidades e sindicatos terem deixado o plenário. Os membros favoráveis queriam impor uma tarifa única de R$4,25, para evitar transição e fazer com que inclusive os portadores de cartão pagassem mais.

O conselho ainda chegou a discutir demagogias como contrapartida, como conclusão dos serviços de recuperação das estações de transferência em 45 dias e construção de 100 abrigos para passageiros em pontos de ônibus, em 120 dias. E também que não haverá pedido de novo aumento por causa da próxima convenção coletiva de trabalho entre as empresas e sindicatos representantes dos motoristas e cobradores de ônibus, de acordo com matéria do G1.

Os salários perdem valor cotidianamente e atacam a população com desemprego e trabalhos informais, querem que os trabalhadores, a juventude e o povo pobre paguem a conta da crise que os capitalistas criaram. Junto com a máfia dos transportes está o prefeito Álvaro Dias. Eles andam em carros de luxo e impõem restrições ao direito de locomoção.

Esse ataque está localizado frente ao avanço do autoritarismo de Bolsonaro, que chama dia de mobilização para fechar o Congresso, em que o ministro da Educação Weintraub fez chacota com as notas do ENEM e segue cortando verba da educação. Ao mesmo tempo em que no RN, a governadora Fátima Bezerra (PT) quer aprovar sua Reforma da Previdência para fazer com que trabalhemos até morrer, implementando, a seu modo, a agenda econômica do golpe no estado.

A luta contra o aumento da passagem não está separada do conjunto dessas batalhas, portanto é urgente que em cada local de trabalho e estudo se unifique a força dos estudantes, das mulheres, dos negros e LGBTs contra esses ataques, preparando a mobilização marcada nas universidades para o dia 18 de março.

Foi feita uma convocatória para uma plenária contra o aumento da passagem para esta sexta (28), às 14h, na praça dos 3 poderes em Natal, feita majoritariamente por entidades dirigidas pelo PT e pelo PCdoB, como a UNE e a UEE. É necessário que essa entidade permita que os estudantes se organizem em assembleias, comitês de base, em cada local de estudo que dirige. Esse chamado serve também à CUT, que dirige o sindicato de rodoviários de Natal. O DCE da UFRN, dirigido pelo Juntos, PCB e PCR, que também faz parte da convocatória, deveria tomar a iniciativa de construir essa luta desde às bases e exigir das demais entidades dirigidas pela UNE.

Chega de dupla função de motoristas por falta de cobrador! Pela estatização do transporte público sob controle dos trabalhadores e dos usuários!




Tópicos relacionados

Natal   /    Rio Grande do Norte   /    Sociedade   /    Aumento da Passagem   /    Juventude

Comentários

Comentar