×

Fome no Brasil | Aumento da inflação: 22% das famílias deixaram de comprar alimentos para pagar contas

Pesquisa do Ipec, feita em novembro, mostra que cerca de 1 a cada 5 famílias brasileiras deixaram de comprar alimentos para pagar contas de luz e gás, cujos preços seguem subindo como parte da política de preços de Bolsonaro e da Petrobras.

terça-feira 4 de janeiro | Edição do dia

(Foto: Reprodução/R7)

A pesquisa, encomendada pelo Instituto Clima e Sociedade, mostra que 22% das famílias reduziram o consumo de alimentos, e 40% das famílias deixou de comprar roupas, sapatos e eletrodomésticos para pagar contas de luz e comprar gás. 46% das famílias gastam pelo menos metade de sua renda com estas contas.

Leia mais: Combustíveis caros: um projeto político do regime do golpe para favorecer o imperialismo

Na região Nordeste, a situação foi ainda pior, com 28% das famílias diminuindo a compra de alimentos em decorrência do aumento das contas.

Segundo o IBGE, no acumulado do ano até novembro de 2021, os combustíveis domésticos, que abrange principalmente o gás, aumentaram 34,4%. A energia elétrica subiu 20,6% no mesmo período. Alimentos e bebidas subiram 7% e artigos de vestuário subiram 8%.

Leia mais: Em meio a aumento da miséria e da fome, salário mínimo não terá aumento real mais uma vez

Esses aumentos, que pesam enormemente para os trabalhadores, são decorrentes da política de Bolsonaro, em sua aliança para garantir os lucros do agronegócio, e também sua política de preços na Petrobras, que aumentou o preço dos combustíveis para favorecer os lucros dos acionistas, especialmente estrangeiros, da empresa.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias