×

Espírito Santo | Ato por condições de vida para os presos ocorre no ES: “Queremos que a justiça seja feita”

A Frente pelo Desencarceramento do ES realizou um ato nesta terça-feira (5), às 08h30, na Praça Costa Pereira, exigindo alimentação digna e o fim das mortes nas prisões do estado.

terça-feira 5 de outubro | Edição do dia

Nesta terça (05), a Frente pelo Desencarceramento do ES realizou um ato no centro de Vitória-ES, exigindo alimentação digna e o fim das mortes nas prisões do estado. O ato contou com a participação de familiares dos detentos, de representantes de movimentos sociais e mandatos.

Com palavras de ordem como “preso tem família” e “preso é ser humano”, o protesto por alimentação digna e pelo fim das mortes nas prisões do Espírito Santo se concentrou na Praça Costa Pereira às 8h30 e em seguida marcharam em direção ao Palácio Anchieta. Os familiares denunciaram o negligenciamento do estado, as torturas sofridas, a falta de condições dignas de alimentação e as violações de direito dentro dos presídios.

Leia mais: Mortes por covid no sistema carcerário crescem 190% em 2021

Em entrevista ao Esquerda Diário, os familiares relataram:

“Queremos que a justiça seja feita no sentido dos direitos dos detentos. Lá dentro tá acontecendo muitos maus tratos, humilhação por xingamento, espancamento. A alimentação tá péssima, e quando não vem muito pouca, muitas vezes vem estragada”.

“Estamos aqui para reivindicar o direito dos nossos familiares. Eles estão lá pagando pelo o que fizeram, mas isso não justifica os maus tratos e a alimentação inadequada. Estão muito magros, definhando. A justiça já foi feita com eles, mas lutamos para que possa ter uma melhora lá dentro, que tenham o direito que todo ser humano tem direito”.

Uma outra familiar falou especificamente das condições do presídio na Barra de São Francisco, que “estão tendo várias denúncias de mães que relataram que os presos estão passando muita fome. A comida é servida 11/12h, uma alimentação de 400g e dois pães, e depois só a janta as 16h. Sem poder guardar a alimentação pra mais tarde e não tendo mais o que comer depois disso. A questão do frio também tá péssima, os cobertores são horríveis”.

Pode interessar: A realidade dentro do sistema prisional brasileiro

Nós, do Esquerda Diário, lutamos por justiça para todos os presos junto aos familiares. Se o estado capitalista não tem condições de dar vida digna a seus presos, aqueles que em maioria nem chegaram a ser julgados devem ser soltos. A luta por uma sociedade digna passa por defender que os presos são seres humanos e tem direitos, uma batalha necessariamente anticapitalista pois essa sociedade é minimamente incapaz de garantir o essencial. O capitalismo cria a miséria que retroalimenta o crime e pune duramente os presos como se fosse essa a solução para seus próprio males.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias