×

SÃO REMO | Ato em defesa de ocupação por moradia na São Remo ocorre nesta quinta-feira

O terreno da USP se encontrava sem nenhum uso há mais de 30 anos e há anos promete-se ceder o espaço para a prefeitura, mas nada disso foi cumprido. Convidamos todos a participarem do ato que será realizado em apoio à ocupação nesta quinta-feira, a partir das 6 da manhã, com concentração na própria ocupação. Moradia é direito e não privilégio!

quarta-feira 10 de fevereiro | Edição do dia

Foto: Associação Poliesportiva da São Remo

Cerca de 300 famílias ocupam desde o dia 29/01 uma área que pertence à USP na região da São Remo, conhecida como “Buracanã”. O terreno se encontrava sem nenhum uso há mais de 30 anos, cheio de entulhos e insetos. Há anos promete-se ceder o espaço para a prefeitura reverter em projetos de moradia, mas nada disso foi cumprido.

Já há ameaça de reintegração de posse solicitada pela Universidade e a PM visita o local e se dirige aos moradores com absurdas intimidações desde sábado.

É importante lembrar que a realidade de miséria de muitas famílias da região está ligada diretamente à política da reitoria da USP, escolhida a dedo por Doria. Essa reitoria durante a pandemia demitiu funcionários terceirizados de todas as áreas, especialmente aqueles ligados aos trabalhos mais precarizados, os mesmos que estiveram na linha de frente desde o início da pandemia e os mais expostos à contaminação pelo vírus e, hoje, não têm direito à vacina e nem direito a moradia digna. São responsáveis por essa situação a reitoria e Doria, junto com Bolsonaro que nega a renovação do auxílio-emergencial para essas famílias.

A ocupação está contando com o apoio do sindicato de trabalhadores da USP e de entidades estudantis como os centros acadêmicos de letras, pedagogia, sociais, história, direito, economia, relações internacionais. Esses estudantes e trabalhadores estão fazendo parte da exigência à reitoria da USP para que ceda o terreno para a Prefeitura.

Convidamos todos a participarem do ato que será realizado em apoio à ocupação nesta quinta-feira, a partir das 6 da manhã, com concentração na própria ocupação (próximo ao supermercado Roldão, entre as ruas Baltazar Rabelo, rua Pangaré e Av. São Remo).

Moradia é direito e não privilégio!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias