×

Cerca de 2 mil pessoas estiveram reunidas neste sábado na capital gaúcha.

sábado 20 de novembro de 2021 | Edição do dia

Ativistas se reuniram em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, no dia da consciência negra para se manifestar contra o racismo institucional, a violência policial e racista e celebrar este dia de luta.

A estimativa é de que cerca de 2 mil pessoas estiveram presentes na passeata que teve início às 15 horas no Largo Glênio Peres. Dentre os manifestantes, estavam ativistas do movimento negro, estudantes, partidos políticos de esquerda e representantes dos movimentos sociais, indígenas e quilombola.

A capital gaúcha é palco de um forte racismo institucional. Há um ano atrás o país ficou estarrecidp Nego Beto ser espancado até a morte nas dependências do supermercado racista Carrefour, que hoje faz demagogia com sua “comissão antirracista”.

Os manifestantes prestaram homenagens com faixas e palavras de ordens a Nego Beto e outras vítimas da violência racista.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias