×

REPRESSÃO CONTRA INDÍGENAS | Ataque aos povos indígenas no Brasil foi citado na ONU como caso de risco de genocídio

Manifestações dos povos indígenas contra o projeto de lei 490/2007 anti indígena foi respondido com muita repressão policial contra os indígenas que lutavam por seus direitos. O nível da repressão causou comoção nacional e internacional em favor aos povos originários do Brasil.

terça-feira 29 de junho | Edição do dia

Foto: Jornalistas livres

Nesta semana o Brasil foi citado pela ONU- Organização das Nações Unidas como país com de risco de genocídio contra os povos indígenas. O governo de extrema direita de Bolsonaro é abertamente um opositor aos direitos da população indígenas. Durante a pandemia Bolsonaro recusou no planalto um projeto de lei que garantia medidas de proteção social para o contagio e disseminação do coronavírus nos territórios indígenas. Esse projeto garantiria acesso a água potável e leitos hospitalares aos indígenas.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, em relatório apresentado na 47ª sessão regular do conselho, Alice Wairimu Nderitu, conselheira especial para prevenção de genocídio, afirmou: “Na região das Américas, estou particularmente preocupada com a situação dos povos indígenas. No Brasil, Equador e outros países, peço aos governos que protejam as comunidades em risco e garantam a responsabilização pelos crimes cometidos!”

Bolsonaro ao lado do ex ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles foram grandes defensores do agronegócio e negligências políticas contra o meio ambiente e os povos e os povos indígenas. Como citamos acima Bolsonaro vetou as medidas de socorro aos povos indígenas durante a pandemia. Além disso, na manifestação contra o retrocesso dos direitos dos povos indígenas a polícia reprimiu covardemente vários índios.

A luta dos povos originários também é parte da luta da classe trabalhadora que durante todos esses meses de pandemia segue sofrendo com as medias reacionárias e anti operárias de Bolsonaro. É imprescindível batalhar em cada local de trabalho e estudo para barrar o avanço desse governo genocida que despreza os povos indígenas e ataca a classe trabalhadora.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias