Política

As eleições nos EUA são uma prova que temos que lutar contra todo o imperialismo, diz Diana Assunção

Diana Assunção, que concorre às eleições para vereador em São Paulo pela Bancada Revolucionária de Trabalhadores do MRT, falou ao Esquerda Diário sobre as eleições americanas.

quinta-feira 5 de novembro| Edição do dia

Foto: Divulgação

Frente as eleições americanas cuja a apuração dos votos ainda está em curso, Trump tem perdido espaço para Biden nas urnas em estados crucias como Michigan e Winsconsin apontando vitória para o democrata Joe Biden.

A disputa acirrada entre os dois partidos imperialistas, Donald Trump vem apostando em medidas antidemocráticas na "democracia" americana, declarando irregularidade na apuração dos votos e ameaçando levar a Suprema Corte a decisão das eleições.

A possível derrota de Trump é um derrota importante para Bolsonaro, que vem sofrendo com a derrota da direita na América Latina, e que desde o inicio de seu mandato tem se ajoelhado ao imperialismo e seguido suas politicas reacionária de Trump, inclusive nas suas medidas negacionista em meio a pandemia do novo coronavírus.

Diana Assunção, candidata à vereadora com a Bancada Revolucionária falou sobre as eleições americanas.

"As eleições nos EUA são uma prova que temos que lutar contra todo o imperialismo. Frente a uma eleição acirrada e de muita polarização, Joe Biden se apresenta como ’mal menor’ em relação ao reacionário de extrema direita Donald Trump, que potencializou no último período sua política racista e protecionista visando as eleições e agora vem perdendo espaços nas urnas.

Não podemos acreditar que o partido democrata, o partido imperialista mais antigo do mundo possa ser um alternativa ao conjunto dos trabalhadores e da juventude. Biden esteve na linha de frente para proteger a força policial racista e "lei da ordem" nas mobilizações do Black Lives Metter, sugerindo atirar nos joelhos manifestantes ao invés de um tiro letal. Além afirmar que irá seguir com uma política externa que é também imperialista, estando do lado dos grandes empresariado. Por isso, temos que tomar de exemplo a luta por justiça na George Floyd e do movimento Black Lives Metter criando uma aternativa de fato dos trabalhadores, negros, lgbt’s, imigrantes e da juventude nas ruas."




Tópicos relacionados

Eleições EUA 2020   /    Bancada Revolucionária de Trabalhadores   /    Joe Biden   /    Donald Trump   /    Eleições Estados Unidos   /    Política

Comentários

Comentar