×

COVID | Após a gestão genocida da pandemia do governo Bolsonaro, casos de Covid desaceleram nas grandes cidades

Dados apontam que 65% das cidades brasileiras não registraram óbitos no mês passado. Os números de casos diminuem após a gestão negacionista e genocida de Bolsonaro e a irracionalidade da produção capitalista que colocou o lucro dos capitalistas acima das vidas trabalhadoras.

segunda-feira 15 de novembro | Edição do dia

Imagem: Fábio Motta

Segundo os dados recolhidos pelo monitor de aceleração da Covid da Folha, a desaceleração dos casos de Covid em grandes cidades bateu recorde: 80% das cidades com mais de 100 mil habitantes estão no estágio de desaceleração.

Hoje, entre as 27 capitais, 21 passaram todo o mês passado em estágio de desaceleração, e 65% das cidades brasileiras não tiveram óbitos no mês passado.

O pior índice até então foi em maio de 2020, resultado do negacionismo do governo Bolsonaro e do conjunto do regime do golpe institucional e sua gestão da pandemia. Os números diminuem após quase dois anos de pandemia e graças a atuação dos profissionais da saúde, mas que deixou mais de meio milhão de mortes: entre a falta de testes massivos, existência de patentes e a falta da nacionalização do sistema de saúde, os capitalistas colocaram lucro acima de vidas e são os culpados pela tragédia e gestão genocida da pandemia.

Leia também: 3 propostas para movimentar as engrenagens da nossa classe diante da paralisia das burocracias sindicais




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias