×

Bonapartismo institucional | Após 2 anos blindando Bolsonaro, Aras é aprovado pela CCJ do Senado para novo mandato na PGR

Decisão ainda será submetida ao plenário do Senado em votação secreta.

terça-feira 24 de agosto | Edição do dia

Imagem: Sérgio Lima

Após um mandato de fidelidade canina a Bolsonaro, Augusto Aras foi novamente indicado por este para seguir na Procuradoria Geral da República (PGR) em um novo mandato.

Veja também: Fiel a Bolsonaro: Aras recusa investigar presidente pelos R$ 89 mil de Queiroz a Michelle

A ratificação de Aras ainda depende de votação no Senado por maioria simples, ou seja, basta 41 votos a favor dentre os 81 senadores. No entanto, a votação prévia na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do próprio Senado, apesar de toda a falácia oposicionista ao governo Bolsonaro, garantiu apoio ao nome indicado por Bolsonaro por 21 votos a 6.

Durante a sabatina realizada no Senado, Augusto Aras tentou esconder com palavras o que é inegável em sua atuação, o seu alinhamento com Bolsonaro. E para seguir com esse alinhamento, parece que Aras não terá dificuldades para contar com o aval dos senadores, ainda mais com a garantia da votação secreta.

Artigos relacionados:

Augusto Aras, fiel a Bolsonaro, busca censurar professor da USP que lhe fez críticas

O avanço do autoritarismo neoliberal e as forças para combatê-lo




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias