Sociedade

DESCASO

Ao menos 24 pessoas já morreram sem oxigênio no Amazonas e no Pará

O colapso na saúde no Amazonas segue, atinge o Pará e novas pessoas morrem por asfixia nas cidades do interior desses estados. Dados extraoficiais de prefeituras e médicos indicam que 35 pessoas já morreram pela falta de oxigênio. Essa absurda realidade é fruto do descaso dos governos e da irracionalidade capitalista.

quarta-feira 20 de janeiro| Edição do dia

Foto: Marcelo Seabra

Há pelo menos 13 dias o Amazonas vive a crise de abastecimento de oxigênio e dezenas de pessoas já morreram asfixiada com sintomas de Covid-19.

Entre segunda (18) e terça-feira (19) desta semana, pelo menos 24 pessoas morreram pela falta desse insumo básico, segundo o Ministério Público e governos locais. Contudo, balanços extraoficiais de médicos e prefeituras falam em pelo menos 35 mortes só na última semana.

No município de Faro, que fica na divisa entre o Amazonas e o Pará e habitam 12 mil pessoas, sete membros de uma família morreram asfixiadas.

Pode te interessar: Por falta de oxigênio, 7 pessoas da mesma família morrem na divisa do Pará com Amazonas

Toda essa situação escancara a extrema negligência com que a vida da população está sendo relegada. Bolsonaro e o general Pazuello, ministro da Saúde, deixaram com que a situação chegasse a esse ponto, com até mesmo uma cunhada do ministro comunicando a situação. Mas todos os atores desse regime do golpe institucional contribuíram para a tragédia anunciada da pandemia, seus governadores, ministros do STF, parlamentares, que aprovaram cada corte na saúde e ataque à classe trabalhadora, e trabalham para manter intocados os lucros dos empresários nessa situação.

É preciso que se levante um plano emergencial para que todo os cilindros de oxigênio no país sejam confiscados e enviados aos hospitais. E ainda, toda a indústria que tenha estrutura para uma reconversão, opere sob controle dos trabalhadores para a produção imediata de oxigênio. É inaceitável que pessoas paguem com suas vidas, com a falta de ar, pelo lucro dos capitalistas.

Pode te interessar: "É preciso um plano de emergência já para os hospitais de Manaus", diz Diana Assunção




Tópicos relacionados

oxigênio   /    Crise Sanitária   /    Crise do Coronavírus   /    Crise na Saúde   /    COVID-19   /    Pandemia   /    Coronavírus   /    Amazonas   /    Sociedade

Comentários

Comentar