ATAQUE RACISTA

Angolanos são espancados até ficarem desacordados em Maringá (PR)

Dois jovens angolanos, um de 26 e outro de 27 anos, foram brutalmente espancados no último sábado (7) em uma loja de bebidas em Maringá (PR)

quinta-feira 12 de novembro| Edição do dia

Foto: Reprodução de imagens de celular

As imagens que circulam nas redes sociais causam indignação e revolta.

De acordo com os advogados dos jovens angolanos, eles tinham comprado de forma adiantada 5 garrafas de cerveja no estabelecimento e estavam pegando uma por vez para beber nas imediações do comércio. Quando um dos jovens tentou entrar no local para pegar a quarta cerveja, o segurança do comércio teria o impedido e dado início às agressões.

Ao menos 6 pessoas, que incluiria dois funcionários da loja, teriam participado do espancamento aos angolanos, de acordo com os advogados.

Nas imagens, é possível ver que os jovens são agredidos com socos, chutes e golpes de “mata-leão” até ficarem desacordados. Eles ainda foram arrastados para fora da loja numa cena horrorosa.

Segundo relato de testemunhas foi possível ouvir xingamentos xenofóbicos, como “seus folgados, haitianos, voltem para a terra de vocês”.

É preciso enfrentar o racismo e a xenofobia expressos em atitudes repugnantes como essas! A extrema direita, que tem em Bolsonaro sua liderança, se sente confortável em praticar tais atos.

Marcello Pablito, co-candidato a vereador pela Bancada Revolucionária de Trabalhadores em São Paulo, fez uma live no último dia 04/11 com um estudante africano de Relações Internacionais na USP.

Pablito e Cacheque debateram as perspectivas frente à luta pelos direitos dos trabalhadores imigrantes e o combate à extrema direita, bem como as formas para fazer com que essas lutas se concretizem.

A unidade entre trabalhadores brasileiros e imigrantes é uma questão fundamental para poder combater a exploração dos capitalistas, que se valem da xenofobia e do racismo para dividir e aprofundar a exploração e aumentar seus lucros.




Tópicos relacionados

Extrema-direita   /    Racismo   /    Xenofobia   /    [email protected]

Comentários

Comentar