Sociedade

DESPEJO

Álvaro Dias despeja famílias no Viaduto do Baldo e coloca suas vidas em risco

quinta-feira 11 de fevereiro| Edição do dia

Foto: Instagram MNPR-RN

Segundo representante do MNPR, Vanilson, a prefeitura destruiu as construções improvisadas, descumprindo um acordo firmado em agosto de 2020 com a SETAS (Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e Assistência Social), que garantiu que não haveria remoção das famílias até que elas fossem realocadas e tivessem moradia ou aluguel social para todos.

Sem essa garantia, a SETAS autorizou o despejo e deixou as famílias nas ruas, alegando que 11 famílias já teriam sido contempladas com o aluguel social do governo estadual. Outras 15 pessoas não foram contempladas por qualquer garantia de moradia. Sem pertences e sem onde dormir, é esse o destino das dezenas de famílias que ocupavam o local.

Repudiamos esse ato violento e higienista por parte da prefeitura! É inaceitável que enquanto há mais de 70 mil famílias na fila para uma habitação popular no RN, o CentroPOP tem uma fila de 58 pessoas para receber novos moradores de rua, essa seja a política do prefeito: no meio da pandemia, está colocando a vida dessas famílias em risco! O prefeito avança com um Plano Diretor que quer autorizar as grandes construtoras e redes de hotéis erguerem prédios na orla, para lucrarem livremente com a cidade. É urgente combater essa remoção e o Plano Diretor, que estão a serviço de entregar a nossa cidade nas mãos dos capitalistas.

É fundamental a auto-organização nos bairros, locais de trabalho e estudo, para impor um plano de emergência de obras públicas, que ataque o problema da falta de moradia, saneamento, gere emprego e renda, atacando o lucro dos empresários.

Vanilson, representante do MNPR-RN, comenta o despejo:




Tópicos relacionados

Despejo   /    Situação de Rua   /    Álvaro Dias (PSDB)   /    Natal   /    Moradia   /    Rio Grande do Norte   /    Sociedade

Comentários

Comentar