Mundo Operário

VALE

Acidente em Brumadinho: deslizamento em área de mina da Vale soterra operário

sexta-feira 18 de dezembro de 2020| Edição do dia

Foto: Corpo de Bombeiros

Há quase 2 anos do devastador crime ambiental cometido pela empresa Vale em Brumadinho (MG), onde ocorreu o rompimento de uma barragem que deixou 259 mortos e 11 pessoas desaparecidas, ocorreu um novo acidente no local do rompimento onde um talude caiu em cima de uma retroescavadeira e mata trabalhador que operava a máquina

O acidente não foi na área de buscas do Corpo de Bombeiros, mas sim em uma área de descarte de material. A vítima é um operador que trabalha na mina e seria de uma empresa terceirizada da Vale. Há cinco viaturas e o helicóptero do Arcanjo no local. A retroescavadeira já foi acessada pelos bombeiros, mas a vítima ainda não foi localizada. Ainda não há mais detalhes sobre a vítima.

A Vale segue sendo a número em acidentes ambientais que coloca a vida dos trabalhadores e dos moradores da região em risco. Depois do crime ambiental na cidade de Brumadinho, a Vale ainda segue impune, e a justiça burguesa permite com que a empresa milionária siga impune, adiando por mais um ano a decisão de ações para reparar as famílias das vítimas para 2021, deixando centenas dessas famílias sem respostas.

A Vale segue sendo beneficiada após sua privatização, onde os capitalistas seguem lucrando enquanto as famílias das vítimas seguem desamparadas. Inclusive voltando a investir em seus negócios em outra região onde ocorreu um crime ambiental de responsabilidade da empresa. Na cidade de Mariana, também em Minas Gerais, onde ocorreu também o rompimento de uma barragem, a Samarco, empresa que pertence a Vale, responsável pela barragem da cidade volta a fazer atividades no município, também com total impunidade, e sem justiça para as famílias e todo o meio ambiente destruindo por esse bárbaro crime capitalista.




Tópicos relacionados

Brumadinho    /    Vale    /    Mundo Operário

Comentários

Comentar