Política

Absurdo: vereadora do PSOL BH é detida ao apoiar manifestação contra despejo

A vereadora Bella Gonçalves do PSOL e mais duas moradoras foram detida pela Polícia Militar enquanto apoiava famílias da Vila Beija Flores, que se manifestavam contra uma ameaça de despejo pela CEMIG.

sábado 17 de outubro de 2020| Edição do dia

Na tarde dessa sexta-feira a Polícia Militar de Belo Horizonte deteve autoritariamente a vereadora Bella Gonçalves do PSOL durante uma manifestação contra o despejo de uma comunidade na região de Nova Pampulha, em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A manifestação com cerca de 150 pessoas, entre idosos, adolescentes e crianças era contra a ameaça de despejo de 400 famílias e foi realizada em frente à sede da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), que é a responsável pela desapropriação.

Em determinado momento da ação, um carro avançou sobre os manifestantes que estavam na rua e a Polícia Militar (PM), que acompanhava a ação, reagiu atirando gás de pimenta sobre as pessoas, atingindo idosos e crianças. Três manifestantes foram detidos, além da motorista do carro. A vereadora Bella Gonçalves acompanhou os manifestantes à delegacia, onde acabou sendo detida enquanto mediava a situação. Além da vereadora, mais duas pessoas seguem detidas.

Em suas redes sociais Bella explicou o ocorrido:

O esquerda diário falou com a professora Flávia Valle, do Movimento Revolucionário de Trabalhadores, que prestou sua solidariedade a vereadora e aos companheiros detidos, repudiando a absurda ação da PM e exigindo a liberação imediata:

"A detenção de Bella Gonçalves e mais duas moradoras da Vila Beija Flores foi absurda. Além de ter reprimido violentamente uma manifestação pacífica manifestantes a Polícia Militar autoritariamente prende pessoas pelos simples fato delas estarem defendendo o direito a moradia. Um direito que é sistematicamente negado a milhares de pessoas em nosso pais, e trata-se de um problema estrutural da região metropolitana de BH. Repudio fortemente essa ação da PM, que está a serviço de proteger os interesses dos grandes empresários e políticos como Zema, que mesmo diante da pandemia estão dispostos a colocar milhares de famílias nas ruas sob bombas e spray de pimenta se necessário. Presto toda minha solidariedade a luta dos moradores, exigimos a liberação imediata das companheiras detidas, basta de autoritarismo e violência policial."




Tópicos relacionados

Ameaça de Despejo   /    Ocupação   /    Eleições 2020   /    Romeu Zema   /    PM   /    Minas Gerais   /    Moradia   /    PSOL   /    Violência policial   /    Política

Comentários

Comentar