Política

Absurdo: vereadora do PSOL BH é detida ao apoiar manifestação contra despejo

A vereadora Bella Gonçalves do PSOL e mais duas moradoras foram detida pela Polícia Militar enquanto apoiava famílias da Vila Beija Flores, que se manifestavam contra uma ameaça de despejo pela CEMIG.

sábado 17 de outubro| Edição do dia

Na tarde dessa sexta-feira a Polícia Militar de Belo Horizonte deteve autoritariamente a vereadora Bella Gonçalves do PSOL durante uma manifestação contra o despejo de uma comunidade na região de Nova Pampulha, em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A manifestação com cerca de 150 pessoas, entre idosos, adolescentes e crianças era contra a ameaça de despejo de 400 famílias e foi realizada em frente à sede da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), que é a responsável pela desapropriação.

Em determinado momento da ação, um carro avançou sobre os manifestantes que estavam na rua e a Polícia Militar (PM), que acompanhava a ação, reagiu atirando gás de pimenta sobre as pessoas, atingindo idosos e crianças. Três manifestantes foram detidos, além da motorista do carro. A vereadora Bella Gonçalves acompanhou os manifestantes à delegacia, onde acabou sendo detida enquanto mediava a situação. Além da vereadora, mais duas pessoas seguem detidas.

Em suas redes sociais Bella explicou o ocorrido:

O esquerda diário falou com a professora Flávia Valle, do Movimento Revolucionário de Trabalhadores, que prestou sua solidariedade a vereadora e aos companheiros detidos, repudiando a absurda ação da PM e exigindo a liberação imediata:

"A detenção de Bella Gonçalves e mais duas moradoras da Vila Beija Flores foi absurda. Além de ter reprimido violentamente uma manifestação pacífica manifestantes a Polícia Militar autoritariamente prende pessoas pelos simples fato delas estarem defendendo o direito a moradia. Um direito que é sistematicamente negado a milhares de pessoas em nosso pais, e trata-se de um problema estrutural da região metropolitana de BH. Repudio fortemente essa ação da PM, que está a serviço de proteger os interesses dos grandes empresários e políticos como Zema, que mesmo diante da pandemia estão dispostos a colocar milhares de famílias nas ruas sob bombas e spray de pimenta se necessário. Presto toda minha solidariedade a luta dos moradores, exigimos a liberação imediata das companheiras detidas, basta de autoritarismo e violência policial."




Tópicos relacionados

Ameaça de Despejo   /    Ocupação   /    Eleições 2020   /    Romeu Zema   /    PM   /    Minas Gerais   /    Moradia   /    PSOL   /    Violência policial   /    Política

Comentários

Comentar