Sociedade

AUTORITARISMO

Absurdo: vereador do PT é preso em Curitiba em por estar ouvindo música em praça pública

Na tarde de hoje o vereador Renatinho, do PT-Curitiba, foi preso por "perturbar a ordem", que na realidade era estar ouvindo música em uma caixa de som em praça pública.

sexta-feira 4 de junho| Edição do dia

Na tarde de hoje o vereador Renatinho, do PT-Curitiba, foi preso por "perturbar a ordem". Mas o que ele, que é negro, estava fazendo era ouvir música em uma caixa de som em praça pública.

Se trata de uma prisão absurda e arbitrária. Exigimos a liberdade imediata!

Na conta do Instagram de Renatinho foi divulgada a seguinte nota:

NOTA À IMPRENSA E CANAIS DE COMUNICAÇÃO

Viemos por meio desta, informar acerca da prisão do Vereador Renato Freitas, ocorrida na tarde de hoje (04) durante um momento de prática esportiva, em uma praça de Curitiba. Renato acompanhou uma abordagem policial realizada de forma inadequada, ferindo direitos fundamentais do cidadão em questão.

O vereador questionou o método, que é corriqueiramente aplicado pela Polícia Militar. Entretanto, em total desrespeito às prerrogativas inerentes à sua posição, mesmo tendo se identificado como Advogado e Vereador, Renato foi levado preso ao Batalhão da Polícia Militar, em condições absolutamente desproporcionais e inadequadas com relação à sua dignidade.

Em breve, mais informações.

Assessoria de Comunicação do Mandato do Vereador Renato Freitas (PT-Curitiba)




Tópicos relacionados

Curitiba   /    Repressão policial   /    PT   /    Sociedade   /    Violência policial   /    [email protected]

Comentários

Comentar