Educação

UFRN

Abaixo o despejo da Ocupação Emmanuel Bezerra! Basta de autoritarismo da UFRN!

A Ocupação Emmanuel Bezerra recebeu hoje uma ordem de despejo da justiça federal. O autor da ordem é a UFRN que exige que a polícia use qualquer tipo de força para despejar as famílias e voltar a esvaziar o prédio.

sexta-feira 20 de novembro| Edição do dia

Foto: Reprodução

60 famílias ocuparam um prédio abandonado da UFRN, onde funcionou a antiga Faculdade de Direito há 20 dias, no bairro da Ribeira, em Natal (RN). De acordo com o jornal Tribuna do Norte, a capital potiguar é a mais afetada pelo déficit habitacional no RN, totalizando mais de 90 mil pessoas nestas condições.

Repudiamos veementemente a medida judiciária da UFRN, que quer retomar um prédio que não cumpre qualquer função social há 8 anos, colaborando para o autoritarismo judiciário e estatal com esta medida. Repudiamos a decisão da UFRN, assim como qualquer medida repressiva contra os moradores.

A Reitoria da UFRN, encabeçada por José Daniel Diniz Melo como Reitor, fala demagogicamente em defesa da democracia e da população,e de combate à pandemia, enquanto toma estas medidas contra famílias que buscam um teto para morar, obrigando-as a voltarem para a rua em meio à intensificação da taxa de contágio pela covid-19 e toma medidas autoritárias para definir os rumos do calendário acadêmico, colocando 3 semestres em 1 ano, impossibilitando o acesso ao auxílio instrumental para estudantes já matriculados, e colocando os estudantes contemplados sob a ameaça de dívida com o Estado caso não sejam aprovados no semestre.

Em um cenário em que existem mais de 10 intervenções do governo Bolsonaro e do golpismo em universidades e institutos federais, como na UFERSA, IFRN e UFPB, é necessário travar uma luta contra todo o autoritarismo. Abaixo o autoritarismo da reitoria da UFRN! Abaixo a repressão! Fora Bolsonaro, Mourão e os golpistas! A universidade precisa estar à serviço da classe trabalhadora e do povo pobre!




Tópicos relacionados

Repressão policial   /    Governo Bolsonaro   /    UFRN   /    Natal   /    Rio Grande do Norte   /    Repressão   /    Educação   /    Juventude

Comentários

Comentar